Cruzeiro
1

CRUZEIRO

Chance de acesso do Cruzeiro é de 1,5%; probabilidade de queda à Série C chega a 48,5%

Time celeste está na zona de rebaixamento da Série B, com apenas 11 pontos

postado em 10/10/2020 06:00 / atualizado em 10/10/2020 10:55

(Foto: Juarez Rodrigues/EM D.A Press)
O Cruzeiro tem apenas 1,5% de chance de subir à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, segundo cálculos do site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da UFMG. O time celeste está na zona de rebaixamento da Série B (18º), com 11 pontos em 14 jogos, e enfrenta o lanterna Oeste, às 16h deste domingo, na Arena Barueri, na Grande São Paulo, pela 15ª rodada.

Os matemáticos da UFMG estimam que o quarto colocado da Série B terá entre 61 e 62 pontos. Logo, o Cruzeiro necessitaria de aproveitamento de campeão, em torno de 70%, para alcançar a campanha que lhe possibilitaria retornar à elite nacional. Seria algo como 17 vitórias (51 pontos) em 24 rodadas.

A estimativa de 62 pontos é uma projeção de acordo com o cenário de momento na Série B. Conforme o Probabilidades no Futebol, a chance de acesso com essa pontuação é de 97,7%. Com 61, o percentual cai para 94,6%.

Por outro lado, o risco de queda do clube celeste à Série C é de 48,5%, superior ao de equipes que também brigam contra o rebaixamento - Botafogo-SP, 37,1%; Figueirense, 34%; e Náutico, 30,8%.

Para o Departamento de Matemática da UFMG, um time que atingir 45 pontos tem apenas 2,6% de chance de cair para a terceira divisão. Logo, a Raposa precisaria de 34 pontos em 24 jogos (47,22%).

O início do Cruzeiro na Série B foi positivo, com vitórias nos três primeiros jogos. Os resultados minimizaram a perda de seis pontos determinada pela Fifa por causa de uma dívida de R$ 5,5 milhões com o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pela contratação por empréstimo do volante Denílson, em julho de 2016.

Porém, nos 11 jogos seguintes, a Raposa venceu dois, empatou dois e perdeu sete (24,24%). Nem a troca de comando surtiu efeito para a recuperação. O aproveitamento de Ney Franco em seis jogos é de 33,33% (duas vitórias e quatro derrotas), ante 45,83% de Enderson Moreira nas oito primeiras rodadas (três vitórias, dois empates e três derrotas).

Na quinta-feira, o Cruzeiro foi derrotado pelo Sampaio Corrêa, por 2 a 1, no Mineirão, num jogo em que só acertou duas finalizações no gol. Apesar da falta de criatividade para superar marcações adversárias, da dificuldade em balançar a rede, das constantes falhas do sistema defensivo e da aparente apatia de alguns atletas, Ney Franco garante que a briga do grupo ainda é pelo acesso.

“O pensamento nosso é o acesso. A gente sabe que, em alguns momentos, isso parece impossível. Logicamente, a leitura está aí, não podemos desprezar a matemática. Se existe um detalhe que norteia o trabalho de qualquer treinador, principalmente em competições de pontos corridos, é a matemática. A gente sabe do grau de dificuldade que temos no Campeonato Brasileiro pela frente”, disse o técnico, que confia na possibilidade de “encaixar sequência de seis ou sete vitórias” mediante a realização de ajustes na formação.

“A gente fica esperançoso que, com trabalho e alguns ajustes, nossa equipe possa encaixar sequência de seis ou sete vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. O ideal é que isso aconteça o mais rápido possível para figuramos em outras posições dentro da tabela e aproximar das equipes que estão lá na frente. A fala nossa é de acesso o tempo todo”, complementou.

Cruzeiro até a 14ª rodada


11 pontos *
5 vitórias
2 empates
7 derrotas
15 gols marcados
16 gols sofridos
40,47% de aproveitamento

* O Cruzeiro iniciou a Série B com seis pontos negativos em razão de uma punição na Fifa

Risco de rebaixamento

Oeste - 89,6%
Guarani - 58,7%
Cruzeiro - 48,5%
Botafogo-SP - 37,1%
Figueirense - 34%
Náutico - 30,8%
Brasil de Pelotas - 21,6%
CSA - 15,8%
Sampaio Corrêa - 14,1%

Chances de acesso

Cuiabá - 84%
Chapecoense - 67%
América - 49,1%
Juventude - 32,9%
Ponte Preta - 28,3%
Paraná - 26,8%
Cruzeiro - 1,5%

Tags: acesso Série C Cruzeiro Série A rebaixamento serieb interiormg futnacional