Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro negocia venda de Jadsom ao Bragantino e recebe sondagens por Cacá

Clube celeste tenta captar receitas para amenizar problemas financeiros

postado em 28/01/2021 15:26 / atualizado em 28/01/2021 22:56

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O Cruzeiro está em negociação avançada para vender o volante Jadsom Silva ao Red Bull Bragantino. A informação veiculada na tarde desta quinta-feira pela Rádio 98 foi confirmada pelo Superesportes. O presidente Sérgio Santos Rodrigues está em São Paulo para fechar os últimos detalhes da transação em reunião com Thiago Scuro, CEO do clube de Bragança Paulista.

A Rádio Itatiaia, por sua vez, noticiou que Jadsom Silva assinará por cinco anos com o Bragantino. O Cruzeiro faturará 1 milhão de dólares (R$5,4 milhões) à vista por 40% dos direitos econômicos e ainda manterá 20% em uma transferência futura do meio-campista de 19 anos.

Ficou acertado também que Jadsom retirará o processo judicial movido contra o clube em virtude dos mais de três meses de salários atrasados. Nos últimos dias, o jovem se envolveu em polêmica ao ofender uma torcedora no Instagram. Inicialmente, ele acusou sua assessoria particular de ter compartilhado os xingamentos. Depois, admitiu a autoria da mensagem de voz e pediu desculpas aos cruzeirenses.

Jadsom Silva chegou ao Cruzeiro no início de 2019, para o elenco sub-20, após ser adquirido por quase R$1 milhão ao Sport. Em 2020, estabeleceu-se no time principal e foi bastante acionado por todos os treinadores: Adilson Batista, Enderson Moreira, Ney Franco, Célio Lúcio (interino) e Luiz Felipe Scolari. Ele participou de 41 jogos (37 como titular) e não balançou a rede.

Há quase três semanas, Jadsom recebeu proposta do Ludogorets, da Bulgária, que se dispôs a pagar 700 mil dólares (R$3,8 milhões) por 50% de seus direitos. O Cruzeiro recusou os valores e apresentou uma contraproposta de R$13 milhões. Os europeus recuaram e esfriaram o interesse no volante, que agora sairá por menos da metade da pedida celeste.

Com relação a Cacá, clubes do Japão apenas sondaram o zagueiro, mas não formalizaram oferta até o momento. No início de outubro, o Portland Timbers, dos Estados Unidos, manifestou o desejo de adquirir 100% do "passe" do defensor de 21 anos por 2 milhões de dólares (R$11,3 milhões, na cotação da época), porém o Cruzeiro descartou.

Titular no início da temporada 2020, Cacá ficou no banco de reservas no returno da Série B, já que o técnico Luiz Felipe Scolari optou pela dupla de zaga formada por Manoel e Ramon. Ainda assim, é considerado um grande ativo do clube, que detém, segundo o balanço financeiro, 70% dos direitos. O contrato do camisa 14 se encerra em dezembro de 2022.

Mais cedo, o Cruzeiro acertou o empréstimo do atacante Sassá ao Marítimo, de Portugal, até dezembro. Com essas movimentações, a diretoria espera enxugar a folha salarial, hoje na casa de R$6 milhões, e captar recursos para colocar em dia os pagamentos em atraso. Sérgio Rodrigues terá de administrar mais um ano de arrecadação reduzida em razão da permanência na Série B do Campeonato Brasileiro.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg bragantinosp mercadobola Cacá Jadsom Silva