Cruzeiro
1

CRUZEIRO

Cruzeiro confirma negociações e deixa Cacá fora de jogo contra o Paraná

Zagueiro não viaja a Curitiba, onde time celeste joga nesta sexta-feira

postado em 28/01/2021 18:47 / atualizado em 28/01/2021 19:50

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro confirmou “negociações em desenvolvimento” pelo zagueiro Cacá e o deixou de fora da viagem a Curitiba, onde o time enfrentará o Paraná, às 21h30 desta sexta-feira, na Vila Capanema, pela 38ª rodada da Série B. Monitorado recentemente por equipes do Japão, o jogador de 21 anos foi liberado para resolver assuntos particulares.

Sem Cacá, o técnico interino Célio Lúcio foi obrigado a improvisar o volante Adriano ao lado de Paulo na zaga. Isso porque a dupla titular não tem condições de jogo: Manoel sofreu lesão na coxa direita, e Ramon cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Não há nenhum atleta da posição como opção no banco de reservas.

A tendência é que Cacá seja vendido em breve pelo Cruzeiro. Veloz e com boa impulsão, o defensor de 1,85m integra o grupo principal desde 2018, quando conquistou, como suplente, a Copa do Brasil. Em 2019, foi um dos poucos que se salvaram no rebaixamento no Brasileirão: 17º lugar, com 36 pontos.

Em 2020, o camisa 14 foi titular em grande parte da temporada, porém perdeu a posição no returno da Série B, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, que optou por Manoel e Ramon. Ainda assim, é considerado grande ativo do clube, com o qual tem contrato até dezembro de 2022. Em 56 jogos no profissional, marcou três gols.

Ao longo de 2020, Cacá recebeu consultas de clubes brasileiros e do exterior, casos de Athletico-PR e CSKA Moscou, da Rússia. Em outubro, foi a vez do Portland Timbers, dos Estados Unidos, ofertar 2 milhões de dólares (R$11,3 milhões, na cotação da época) por 100% dos direitos econômicos. O Cruzeiro, dono de 70%, recusou as investidas.

Agora, ao que parece, a diretoria celeste está disposta a negociar as jovens promessas, já que o clube se encontra em delicada situação financeira, com mais de três meses de salários atrasados, e terá um 2021 de arrecadação bastante inferior à do período em que disputou a primeira divisão por causa da permanência na Série B.

Além de Cacá, o volante Jadsom Silva renderá dinheiro à Raposa. O Red Bull Bragantino topou pagar 1 milhão de dólares (R$5,4 milhões) por parte dos direitos econômicos. De quebra, o atleta retirará o processo na Justiça no qual cobrava remunerações em atraso e demais verbas trabalhistas.

Tags: zagueiro Cruzeiro serieb interiormg futnacional mercadobola Cacá