Futebol Internacional

FUTEBOL INTERNACIONAL

Ricardo Goulart, ex-Cruzeiro, diz que pretende voltar a jogar no Brasil

Ídolo celeste disse estar feliz no futebol chinês, mas revelou mirar retorno ao seu país natal

postado em 18/05/2021 17:39

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O meia-atacante Ricardo Goulart, ex-Cruzeiro, pretende voltar a jogar no Brasil. O jogador de 29 anos defende as cores do Guangzhou Evergrande, da China, e diz estar feliz no futebol asiático - onde tem contrato até 2023. Ainda assim, o atleta revelou que já pensa em um retorno ao país natal.

Em entrevista ao jornal Link Vanguarda, Goulart afirmou ter pretensão de retornar ao futebol brasileiro.

“Essa é uma conversa que, quando chegar o momento, vai acontecer. Eu penso, sim, em jogar no Brasil ainda. Tenho que observar como está a situação no Brasil, quais são os times interessados. Mas tenho que me preparar bem aqui, fazer grandes jogos, ter um bom número e esperar. Vou colocar o empresário para dar uma trabalhada (risos)”, afirmou o jogador.
No futebol do Brasil, Goulart defendeu Santo André, Internacional, Goiás, Cruzeiro e Palmeiras. Pela Raposa, o meia-atacante foi um dos protagonistas da equipe bicampeã brasileira (2013 e 2014). Após passagem brilhante pelo clube mineiro, foi transferido ao futebol chinês em 2015. Em 2019, foi emprestado pelo Guanghzou ao Palmeiras, mas teve dificuldades de adaptação e retornou ao país asiático cinco meses depois.

“O campeonato começou. Expectativa de fazer um grande campeonato, estou me sentindo bem. Tenho contrato até 2023. Tem situações da seleção (chinesa), esperando alguns detalhes para integrar a seleção. Estou me preparando bem, espero fazer temporada boa, ser campeão e depois voltar de férias para o Brasil. Estou muito feliz aqui, minha família está bem aqui, crianças crescendo, qualidade de vida muito boa. Estamos muito felizes e vamos seguir firme para fazer uma grande temporada”, enfatizou.
Antes do retorno ao futebol brasileiro, Goulart também tem outra meta em mente. Ele se naturalizou chinês no fim de 2019 e alimenta a expectativa de defender a seleção nacional.

“Vai ser bem legal. Estou, realmente, ansioso. Convivo com os chineses, todos estão na expectativa também. Eles depositam confiança no meu futebol. São cinco anos me dedicando ao máximo, sempre respeitando os chineses. Acho que eles estão torcendo que isso aconteça. Defender um país grandioso como é a China é, realmente, para ficar tenso, mas uma tensão boa. Quando chegar a hora, vai ser um frio na barriga, uma experiência super diferente, mas vou me dedicar ao máximo”, completou.

Tags: brasil retorno voltar cruzeiroec interiormg futinternacional futnacional ricardo goulart