Futebol Nacional

REPROVADO EM EXAMES

Novamente vetado por outro clube, Thiago Carvalho seguirá treinando no Cruzeiro

Médico cruzeirense explicou causa para reprovação de zagueiro em exames no Vitória

postado em 20/08/2013 07:04 / atualizado em 19/08/2013 19:53

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Pela segunda vez em menos de dois meses, Thiago Carvalho não pôde se transferir para outro clube por questões médicas. Reprovado em exames pela Ponte Preta e agora pelo Vitória, o zagueiro retornou ao Cruzeiro, onde continuará treinando normalmente.

O chefe do departamento médico do clube mineiro esclareceu o que gerou o veto do Vitória a Thiago Carvalho. “O que foi passado para a gente do pessoal do Vitória foi que ele fez um exame de imagem que mostrou certo desgaste na parte lateral do joelho esquerdo”, explicou Sérgio Freire Júnior.

“O exame mostra alteração porque ele fez, em 2009, uma cirurgia nesse joelho, por causa de uma lesão no menisco. O processo adaptativo gera desgaste para articulação se acomodar com essa nova situação. O exame de imagem mostra alterado, mas o organismo do atleta se adapta. O atleta no dia a dia não tem qualquer tipo de limitação. Eles usaram essa imagem como critério”, acrescentou.

Na Ponte Preta, Thiago Carvalho foi reprovado em exames médicos por causa de um desequilíbrio muscular. De volta ao Cruzeiro, ele foi afastado do plantel, porque está fora dos planos do técnico Marcelo Oliveira. Assim, o zagueiro treina em um grupo separado.

Sérgio Freire Júnior justificou as razões para Thiago Carvalho seguir treinando no Cruzeiro, apesar de ter sido reprovado em outros dois clubes. “O critério que a gente usa é uma soma de critérios, em que entra o exame de imagem que preocupou os colegas das duas equipes. Há esse desgaste, mas junto com outros critérios, mais exame clínico e isocinético, e o desempenho em campo”, disse.

“Como não tem nenhuma manifestação clínica de dor, queda de desempenho ou limitação de movimento, a parte de imagem, ao nosso ver, torna-se secundária. A gente não tem qualquer outro tipo de informação que possa se somar ao exame de ressonância (causa da reprovação no Vitória). A gente tem visto o desempenho nos treinamentos, para a atividade do futebol, ele está apto”, complementou.