MMA

UFC

Romero diz que luta contra Borrachinha foi descartada por caso suspeito de doping

Mineiro foi trocado por Ronaldo Jacaré para confronto na Flórida

postado em 11/03/2019 20:34 / atualizado em 11/03/2019 20:45

<i>(Foto: Rey Del Rio/AFP )</i>
Em franca ascensão no peso médio do UFC, o mineiro Paulo Borrachinha tinha luta marcada contra o cubano Yoel Romero para Fort Lauderdale, próximo a Miami, na Flórida, em 27 de abril, que poderia definir os rumos da divisão com relação ao futuro desafiante pelo cinturão. Entretanto, de forma repentina, a organização mudou os planos e anunciou o caribenho como adversário de Ronaldo Jacaré no mesmo evento.

O anúncio de que Romero teria como adversário Jacaré e não mais Borrachinha, pegou a todos os fãs e até a imprensa especializada em MMA de surpresa no fim de semana passado. O mineiro optou pelo silêncio e não deu declarações sobre o caso, até esta segunda-feira. O cubano, por outro lado, explicou que a luta foi descartada por causa de uma suspeita de doping do atleta nascido em Contagem.

"O problema é que, pelo que ouvi, o Paulo Costa (Borrachinha) teve um exame positivo pela USADA. Foi o que aconteceu. O UFC ligou para meu manager e disse que Paulo Costa está fora porque foi positivo (num exame). Então agora temos um novo adversário, Jacaré Souza", explicou Romero, em entrevista ao programa "Ariel Helwani's MMA Show".

<i>(Foto: Paulo Borrachinha/Instagram)</i>
Borrachinha foi ouvido pelo site da revista Tatame e disse que o suposto caso de doping não passa de um boato. "Eu sou o lutador brasileiro do UFC mais testado pela USADA, nunca caí no doping, e não foi dessa vez que caí. Não preciso de doping para ter os bons resultados que venho tendo e para ser apontado como a nova estrela brasileira no esporte, como eu sou. Não preciso dessas coisas”, afirmou o mineiro.

Borrachinha se manteve distante do assunto nas redes sociais. No Instagram, ele postou vídeos de treinamentos na academia, enquanto os fãs, nos comentários, questionavam o motivo pelo qual a luta contra Cubano não será mais atração em Fort Lauderdale. Na mesma entrevista ao site da Tatame, o mineiro disse que preferiu aguardar uma explicação do UFC sobre o cancelamento do combate, para depois se manifestar.

Revanche

Romero e Jacaré se enfrentaram no UFC 194, em dezembro de 2015, em Las Vegas, e o cubano foi declarado vencedor por decisão dividida dos juízes. O resutado foi muito contestado pelo brasileiro, que esperava pelo triunfo para disputar o cinturão, o que não ocorreu. Enquanto o 'Soldado de Deus' partiu para o title shot contra Robert Whittaker, o brasileiro caiu de produção e viveu fase de altos e baixos até nocautear o ex-campeão Chris Weidman no UFC 230, em novembro passado, em Nova York.

Romero ocupa o primeiro lugar no ranking peso médio do UFC, enquanto Jacaré é o atual número quarto no top 15. O vencedor ficará em boa situação para futura disputa de cinturão. O campeão, Robert Whittaker, está afastado após sofrer cirurgias na região abdominal e só deve voltar no segundo semestre. Paulo Borrachinha, que ganhou as quatro lutas que disputou na organização, todas por nocaute técnico e de forma fulminante, está em sétimo na lista. 

Tags: Fort Lauderdale ufc borrachinha romero cubano doping mineiro