MMA

UFC

Ex-campeão, José Aldo voltará a disputar cinturão do UFC

Manauara lutará pelo título vago dos galos contra russo

postado em 27/05/2020 21:18

(Foto: AFP)
Depois de três anos, José Aldo voltará a lutar pelo cinturão do UFC. Ex-campeão peso pena (até 66kg), o brasileiro terá chance de brigar pelo título vago dos galos (até 62kg), após a aposentadoria de Henry Cejudo. O adversário do manauara será o promissor russo Petr Yan. O combate, confirmado pelo presidente da franquia, Dana White, ainda não tem data e local definidos.

O cinturão peso galo do UFC ficou vago depois do afastamento surpreendente de Henry Cejudo. Ele defendeu o título de forma brilhante contra Dominick Cruz, na edição número 249, no dia 9 passado, em Jacksonville. Depois da vitória por nocaute técnico no segundo round, o norte-americano anunciou aposentadoria. 

Cejudo teria como adversário José Aldo, em evento que a princípio seria em São Paulo. Entretanto, como a área do Ginásio do Ibirapuera foi cedida para construção de hospital de campanha na luta contra o novo coronavírus, o evento foi transferido para Jacksonville, na Flórida. O brasileiro não conseguiu visto para entrar nos EUA a tempo da edição e, com isso, o UFC anunciou o ex-campeão Dominick Cruz como desafiante.

(Foto: Chris Unger/UFC)
 

Com a aposentadoria de Cejudo, que já foi até retirado da lista de campeões do ranking do UFC, a chance, conforme Dana White, cairia para Petr Yan. Com 14 triunfos em uma derrota na carreira, o promissor russo bateu os seis adversários, o último o veterano Urijah Faber, por nocaute, em dezembro de 2019. O No Mercy ocupa o terceiro lugar na lista dos 15 melhores no peso galo.

Aldo, por sua vez, está em baixa no UFC. Ainda como peso pena, divisão que dominou entre 2011 e 2015 – perdeu o título para o desafeto Conor McGregor e depois foi batido duas vezes por Max Holloway -, o brasileiro vem de derrota para Alexander Volkanovski, no Rio de Janeiro. Depois, já na divisão dos galos, teve revés para o compatriota Marlon Moraes, em Las Vegas. 

Tags: aldo cinturão UFC peso galo josé aldo manauara petr yan no mercy