MMA

UFC

McGregor critica o UFC ao justificar aposentadoria: 'Não me anima mais'

Astro se diz desmotivado com lutas 'estúpidas' oferecidas

postado em 09/06/2020 09:44

(Foto: Steve Marcus/AFP)
Pela terceira vez, Conor McGregor anunciou aposentadoria do MMA. Se em 2016 e 2019 ele fez algo semelhante, mas acabou voltando atrás, agora a situação é diferente, ao que parece. O Notorious se mostrou insatisfeito com o UFC e disse que não se sente mais motivado para retornar ao octógono. Nem mesmo uma eventual luta contra Anderson Silva, como ambos cogitaram nas redes sociais, na semana passada, deixou o astro irlandês animado.

Conor McGregor esperava uma luta contra o atual campeão interino dos leves (70kg), Justin Gaethje. Ao mesmo tempo, foi desafiado pelo dono do cinturão dos meio-médios (77kg), Kamaru Usman. O presidente do UFC, Dana White, descartou, ao menos por enquanto, uma disputa de título envolvendo o Notorious, que demonstrou insatisfação e anunciou, pela terceira vez, aposentadoria do MMA. 

“Este jogo não me anima mais, é isso. Não há nada acontecendo. Estou vendo as opções de adversários passarem, não há nada me animando. Eles deveriam ter mantido a bola rolando. Por que vão promover (Khabib Nurmagomedov x Justin Gaethje) para setembro? Você sabe o que vai acontecer em setembro, alguma coisa vai acontecer em setembro, e não é isso que vai acontecer”, frisou, em entrevista à ESPN nos EUA.

“Eu estabeleci um plano e um método que era o momento certo a seguir. E eles querem recusar e não fazer acontecer. O que eu disser eles querem ir contra só para mostrar algum tipo de poder. Eles deveriam ter feito a luta –eu e o Gaethje pelo título interino – e deixar a bola rolando”, continuou o irlandês, que ficou afastado do UFC por mais de um ano, retornou em janeiro passado e nocauteou Donald Cerrone de forma contundente. 

McGregor esperava ser incluído em um evento importante, em duelo que teria mais visibilidade. Entretanto, depois das declarações de Dana White de que ele deveria esperar para avaliar opções, o irlandês optou por anunciar, durante o UFC 250, no sábado passado, por meio das redes sociais, mais uma aposentadoria no esporte. 

“Eu tinha meus objetivos, meus planos para a temporada. Eu tinha tudo planejado”, declarou o Notorious, que ainda citou a pandemia do novo coronavírus como outro fator que o desmotivou. “Obviamente, o mundo está sangrando neste momento. Tem essa droga acontecendo. Eles querem me mudar de peso e oferecem lutas estúpidas. Eu realmente não dou a mínima. Parei”, reforçou. 

SPIDER 'VELHO'

Apesar de ter elogiado Anderson Silva, apontando o ex-campeão peso médio como maior lutador da história do UFC, e ainda ter aceitado sugestão do Spider de duelo no peso casado de 80kg, o irlandês mudou de ideia e já não demonstra mais entusiasmo. “Quando começo esta história do Anderson, eu pensei que seria loucura. E então todo mundo veio dizer que ele estava velho e acabado. E sabe, vocês estão certos. Não seria uma luta vendável, eu passaria por ele, e então o que aconteceria? Iriam falar que ele é velho e ultrapassado, já passou do auge e tudo mais”, projetou.

Tags: aposentadoria UFC Conor McGregor McGregor Notorious