MMA

UFC

Presidente do UFC admite erro e entrega bônus de US$ 50 mil a Deiveson Figueiredo

Após reivindicar prêmio, paraense recebeu os US$ 50 mil do dirigente

postado em 26/11/2020 19:27 / atualizado em 26/11/2020 19:41

(Foto: Reprodução/Instagram)
Astro principal do UFC 255, no sábado passado, ao finalizar Alex Perez com guilhotina logo no primeiro round e manter o cinturão peso mosca (57,1kg), Deiveson Figueiredo pediu para ser incluído entre os premiados da noite no evento. Porém, ao anunciar os ganhadores do bônus de US$ 50 mil (R$ 266,8 mil na cotação atual) de performance e melhor luta, o presidente Dana White não citou o nome do paraense, na coletiva. 

Depois da vitória no duelo principal da noite, Deiveson Figueiredo ficou chateado por não ter sido contemplado com o bônus de 'performance da noite', principalmente pela forma como bateu o adversário. O Deus da Guerra chegou até a pôr em xeque a participação no UFC 256, em 12 de dezembro, no qual está escalado para enfrentar Brandon Moreno, em mais um main event (luta que fechará o card). 

Deiveison e seu empresário, o ex-lutador Wallid Ismail, se reuniram com Dana White na terça-feira passada, em Las Vegas - como voltará ao octógono apenas 21 dias depois de defender o cinturão, o paraense optou por permanecer nos EUA até o UFC 256. Depois do encontro, o paraense postou nas redes sociais o momento em que deixou a sede do UFC, segurando uma sacola com a logomarca da franquia.

(Foto: Reprodução/Instagram)


No encontro, o próprio Dana White se desculpou com o brasileiro e o agente pela ausência do campeão entre os ganhadores de bônus. “Eu me atrapalhei, eu cometi um erro”, admitiu Dana White, tratou de desfazer o equívoco e premiou Deiveson com os US$ 50 mil. O campeão deixou a sede do UFC com a sacola recheada de dólares.

Com o bônus garantido, Deiveson Figueiredo ganha mais tranquilidade para camp de preparação visando ao duelo do próximo dia 12. O Deus da Guerra, que treina em Belém-PA e é oriundo da Ilha da Marajó, faturou o cinturão - que estava vago - diante de Joseph Benavidez, em julho deste ano, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. 

UFC 256


12 de dezembro
Las Vegas

Duelos confirmados


Deiveson Figueiredo x Brandon Moreno - cinturão peso mosca
Tony Ferguson x Charles do Bronx Oliveira
Junior Cigano x Ciryl Gane
Mackenzie Dern x Virna Jandiroba
Ronaldo Jacaré x Marvin Vettori
Li Jingliang x Dwight Grant
Cub Swanson x Daniel Pineda
Angela Hill x Tecia Torres
Chase Hooper x Peter Barrett
Billy Quarantillo x Gavin Tucker
Sergey Spivak x Jared Vanderaa
Andrea Lee x Gillian Robertson

Tags: campeão bônus US$ 50 mil performance Dana White UFC Deiveson Figueiredo Deus da Guerra UFC 255