MMA

UFC

Agente assume carreira de Jon Jones e quer selar paz com Dana White no UFC

Novo representante de Bones aposta em boa relação com dirigente

postado em 29/05/2021 00:48 / atualizado em 29/05/2021 01:13

(Foto: Ethan Miller/AFP)

Nos últimos tempos, a relação entre Jon Jones e o presidente do UFC, Dana White, vem se deteriorando rapidamente e ganhando capítulos dignos de novela. Enquanto o ex-campeão dos meio-pesados troca farpas com o dirigente, o novo agente de Bones, Richard Schaefer, busca apaziguar os ânimos e selar a paz entre o astro e o mandatário. 

Richard Schaefer foi anunciado nesta semana como novo representante de Jon Jones. O próprio lutador divulgou o acerto com o agente nas redes sociais, em substituição a Malki e Abe Kawa, da First Round Management, empresa que conduziu a carreira de Bones por mais de dez anos. Veja abaixo:



Com experiência ao lidar com astros do boxe, como Floyd Mayweather e Canelo Alvarez, donos de personalidade forte e um tanto polêmicos, Schaefer aposta no bom relacionamento com Dana White para apazigar os ânimos entre o mandatário e Jon Jones. Ele se mostrou consciente de que terá muito trabalho pela frente, mas confia no acerto para o esperado duelo contra o campeão dos pesos-pesados, o camaronês Francis Ngannou. 

“Tem uma grande luta para se fazer, que é contra Francis Ngannou. É um confronto que todos os fãs querem ver, não só os entusiastas do UFC, mas fãs de luta. Essa é a minha tarefa: ver se existe a possibilidade de promover o duelo e representar Jon Jones, a lenda, junto ao UFC”, disse Richard Schaefer, em entrevista ao Sirius XM's Fight Nation.

O agente ressaltou que conhece Dana White, já que, antes de assumir o comando do UFC, o dirigente trabalhava no boxe profissional. Schaefer destacou que o respeito entre eles pode ser um começo para o fim do distanciamento de Bones com o mandatário da organização. 

“Dana e eu temos uma ótima relação. Respeitamos um ao outro. Nós nos conhecemos há muito tempo. Acho que vocês puderam ver com os comentários. Eu o respeito e ele me respeito. Eu conheço o negócio do pay-per-view tão bem quanto qualquer outro, assim como ele. O que importa é achar um denominador comum", argumentou.

"Então, nós vamos nos encontrar em breve para assegurar um acordo bom para todos. Na minha experiência no boxe, eu fiz as lutas de (Floyd) Mayweather e Canelo (Alvarez) e, assim, os melhores acertos normalmente é aquele que não deixa ninguém feliz, mas que podem viver com aquilo. É isso que vou fazer”, concluiu. 

CONFLITOS

A relação conflituosa entre Jon Jones e Dana White vem desde que o então campeão dos meio-pesados (93kg) abdicou do cinturão para disputar uma superluta na divisão dos pesados (120kg). Antes mesmo de se tornar dono do título, Ngannou era o alvo de Bones para um duelo, o que aumentou com a conquista recente do camaronês. 

O problema é o lado financeiro, já que Jon Jones espera receber um salário que considera digno para enfrentar o africano. O dirigente, no entanto, bateu de frente com Bones e até divulgou que ele pediu mais de US$ 10 milhões (R$ 52 milhões na cotação atual), valor classificado como 'exorbitante' pelo mandatário. 

Jon Jones, de 33 anos, está em fase de transição para subir de categoria. Ele vem treinando forte e passou por uma transformação no corpo, ganhando muitos músculos. Entretanto, o ex-campeão esfriou a animação dos fãs em ve-lo em ação no UFC ainda em 2021. Em postagens seguidas nas redes socais, Bones adiou para o próximo ano a estreia nos pesos-pesados, já que ainda considera bem aquém da massa muscular ideal para se adaptar aos 120kg. 

Tags: agente representante bones dana white UFC Jon Jones richard schaefer