Atlético

ATLÉTICO

Pensar 'jogo a jogo': atletas projetam sequência do Atlético no Campeonato Brasileiro

No meio da tabela, Galo quer somar vitórias rapidamente para se afastar das últimas colocações

postado em 20/10/2019 18:55 / atualizado em 20/10/2019 20:23

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)</i>

vitória por 2 a 0 sobre o Santos, neste domingo, no Independência, fez o Atlético interromper uma série de quatro partidas sem triunfar. Em 12° lugar na Série A do Campeonato Brasileiro, o Galo chegou aos 35 pontos. No meio da tabela, os comandados de Vagner Mancini abriram nove pontos de distância do Z4, mas estão sete atrás da zona de classificação à Libertadores. Por isso, Luan, autor do primeiro alvinegro sobre o Peixe, e Fábio Santos, acreditam que a equipe deve pensar 'jogo a jogo'.

Mesmo ressaltando a importância de encarar cada rodada como uma 'decisão', Luan crê que um bom desempenho nas onze partidas finais pode levar o Galo à parte de cima da classificação.

"A gente vai encarar cada jogo como se fosse uma decisão. O Atlético tem que estar lá em cima, e temos jogadores qualificados e experientes para chegar em jogos assim e decidir", decretou o camisa 27.

  

Concentração total

O empate por 2 a 2 contra o CSA, em Maceió, na quarta (16), irritou bastante os atletas alvinegros. Fábio Santos lamentou os pontos perdidos por conta de gols sofridos nos instantes finais. O camisa 6 recordou, também, os resultados ruins que o Atlético amargou em Belo Horizonte, sobretudo quando saiu atrás no placar.

"A gente está vivendo jogo a jogo. Ficou um gostinho muito amargo em Maceió, pois fizemos uma partida pra vencer e perdemos, mais uma vez, alguns pontos no final do jogo. A gente vinha jogando, principalmente em casa, saindo atrás e tendo dificuldade para reverter, e já começava aquela desconfiança. A equipe entrou com atitude diferente e o gol facilitou as coisas", pontuou.


Foco 'do começo ao fim'

Luan comemorou bastante a regularidade mantida pelo Galo ao longo dos 90 minutos. Assim como o lateral-esquerdo, o meia-atacante enalteceu o nível de concentração dos jogadores atleticanos

"Vínhamos em má sorte. A bola batia e entrava, pênaltis 'nada a ver', acabávamos vacilando no fim das partidas, mas hoje não. Hoje [o time] foi focado do começo ao fim", festejou

Tags: fabio santos luan interiorfut seriea futnacional santossp atlético