Atlético

ATLÉTICO

Atlético: Mattos volta a falar em dificuldade financeira do clube e diz que não há negociações avançadas por reforços

Dirigente alertou para momento delicado nas contas do Galo

postado em 24/09/2020 06:00 / atualizado em 24/09/2020 08:56

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)
O diretor de futebol do Atlético, Alexandre Mattos, voltou a falar sobre a dificuldade financeira pela qual passa o clube. Segundo o dirigente, o Galo hoje tem receitas apenas com o programa de sócio-torcedor, já que não vendeu atletas e adiantou as verbas dos contratos de TV. Por causa desse cenário, o clube, por ora, não tem negociação avançada com nenhum atleta no mercado.

"Difícil (contratações). O Atlético já fez grande investimento, precisou fazer remodelagem de seu elenco radicalmente para atender o Sampaoli e a necessidade e o desejo do torcedor. Nós queríamos dar uma cara nova para que o nosso torcedor ficasse satisfeito. Só que as coisas estão difíceis, com a desvalorização da nossa moeda, os altos investimentos, a dificuldade financeira do Atlético", disse o dirigente, em entrevista à rádio 91,7 FM

"O Atlético hoje não tem receita. É difícil dizer isso, mas é verdade. As receitas de TV foram adiantadas há algum tempo antes mesmo do mandato do presidente Sérgio Sette Câmara. A situação de jogos sem público é outro problema, porque se a gente tem a nossa torcida no Mineirão, todo jogo seria 50 mil, 60 mil. E hoje a gente não tem. O nosso sócio-torcedor ele cresce. Entretanto, se tivessem os jogos, teria uma explosão enorme. E a gente pede ao torcedor que faça a aquisição porque é a única fonte de receita do clube. Então, o momento é muito difícil".

A solução para a chegada de reforços pode vir dos empresários Rafael e Rubens Menin, da MRV. Ambos estão investindo financeiramente no projeto do Atlético em busca do sonhado título do Campeonato Brasileiro.

"Obviamente, a gente conta com Rafael e o Rubens Menin, faço agradecimento público e peço para que todos os atleticanos agradeçam, porque o que eles estão fazendo é amor incondicional pelo clube. A gente tendo possibilidade financeira, que não atrapalhe o dia a dia e que possa satisfazer o Sampaoli, a gente pode fazer (contratação). Neste momento, nós não estamos avançados com absolutamente ninguém", frisou.

Sampaoli já se manifestou, como mostrou o Superesportes, pela chegada de um camisa 10. O Galo tentou contratar Thiago Neves para o setor, mas a rejeição da torcida fez o negócio não prosperar. Hoje no Sport, o armador notificou o Atlético cobrando multa de R$ 20 milhões e pode tentar ser ressarcido do episódio na Justiça.

Tags: galo contratações mercado mattos