Atlético

ATLÉTICO

Complicou? Veja quais resultados o Atlético precisa para ir à Copa Libertadores

Equipe alvinegra caiu da oitava para a décima posição após empate

postado em 27/11/2017 11:04 / atualizado em 27/11/2017 11:22

Bruno Cantini/Atlético
O momento do Atlético é bom. São cinco partidas consecutivas sem perder no Campeonato Brasileiro. Entretanto, o empate por 2 a 2 contra o Corinthians, nesse domingo, fez com que o time visse as chances de classificação para a Copa Libertadores diminuírem.

A probabilidade de o Atlético terminar a Série A no G7 havia chegado a mais de 16% ao fim da 36ª rodada. Depois da igualdade em Itaquera, o valor caiu para 11,8%. Os dados são do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e indicam que, no cenário atual, o clube alvinegro é, entre os que ainda sonham, o time com menos chances de ir à Libertadores.

A porcentagem citada diz respeito ao contexto de um Campeonato Brasileiro com G7. Para ficar no grupo dos sete primeiros, o Atlético precisa de uma combinação de resultados - a começar por um tropeço do Botafogo contra o Palmeiras nesta segunda, em jogo que encerra a 37ª rodada. A classificação atual mostra o seguinte cenário:

  • 6º Flamengo (53 pontos)
  • 7º Vasco (53 pontos)
  • 8º Botafogo (52 pontos - e um jogo a menos)
  • 9º Chapecoense (51 pontos)
  • 10º Atlético (51 pontos)
  • 11º Bahia (49 pontos)
  • 12º São Paulo (49 pontos)
  • 13º Atlético-PR (48 pontos)

Na última rodada, o Atlético pode ultrapassar ou perder posição para os times destacados na tabela acima. Neste domingo, às 17h (de Brasília), a equipe alvinegra enfrenta o Grêmio, no Independência, com a obrigação de vencer para seguir sonhando.

O triunfo faria com que o Atlético chegasse aos 54 pontos. No melhor dos cenários, o time alvinegro terminaria o campeonato na sexta colocação. Para isso, é preciso que o Flamengo perca (ou empate, caso o Galo vença o Grêmio por improváveis oito ou nove gols de diferença). Tropeço do Vasco para a rebaixada Ponte Preta também é necessário.

Na oitava posição, o Botafogo precisaria somar apenas um ponto nas duas rodadas que disputará. Se somar dois, o Atlético precisaria tirar três gols de saldo de diferença. Para ultrapassar a Chapecoense, o Galo dependeria de um tropeço dos catarinenses em casa contra o Coritiba, que briga contra o rebaixamento. Todos os resultados valem apenas no caso de uma vitória atleticana.

O time alvinegro ainda pode ser ultrapassado pelo Bahia, que visita o São Paulo - outra equipe que pode tomar posição do Atlético. O Atlético-PR também pode fazer com que o Galo caia na tabela. Para isso, são necessários uma derrota mineira e um triunfo paranaense.

Mais possibilidades

As chances do Atlético aumentam em outros cenários possíveis. Eventual título da Libertadores do Grêmio sobre o Lanús, da Argentina, faria com que o G7 se tornasse G8.

 O Flamengo, semifinalista da Sul-Americana, também pode aumentar o número de vagas na próxima edição do principal torneio continental. Para isso, precisaria passar pelo Junior, da Colômbia, e, em seguida, por Libertad, do Paraguai, ou Independiente, da Argentina, para se tornar campeão da competição.

Dessa forma, a possibilidade de as nove equipes mais bem colocadas no Campeonato Brasileiro se classificarem para a Copa Libertadores animam o Atlético. Para ficar no mínimo em nono, basta vencer o jogo e torcer para Vasco, Botafogo ou Chapecoense tropeçarem.

Tags: oswaldo de oliveira galo seriea futnacional interiormg atleticomg