Atlético

ATLÉTICO

Atlético passará ano sem mandar jogo no Mineirão com o estádio disponível pela primeira vez na história

Diretoria estuda voltar ao Gigante da Pampulha apenas em 2019

Divulgação/Mineirão

Em 53 anos de existência, o Mineirão foi palco de momentos marcantes da história do Atlético. De 1965 - ano da inauguração do estádio - para cá, o clube alvinegro teve a própria trajetória intimamente ligada à principal praça esportiva de Minas Gerais. Nesta temporada, entretanto, a relação entre as partes não foi a mesma de outros tempos. Não à toa, o time passará um ano inteiro sem mandar jogo no Gigante da Pampulha com o estádio disponível pela primeira vez na história.

Até o final da temporada, o Atlético atuará como mandante mais quatro vezes. Os jogos do Campeonato Brasileiro contra Grêmio (32ª rodada), Palmeiras (33ª), Bahia (35ª) e Botafogo (38ª) serão mesmo no Independência, casa do time alvinegro durante o ano inteiro. “Estou pensando, acho que nesse final de ano a gente vai usar o fator Independência para ganhar esses jogos. Acredito nessa mística”, disse o presidente Sérgio Sette Câmara em entrevista coletiva. Posteriormente, o mandatário confirmou, em conversa informal com jornalistas na Cidade do Galo, a intenção de não utilizar o Mineirão em 2018.

Antes, o Atlético só havia ficado dois anos sem mandar jogos no Mineirão: 2011 e 2012. Nessas temporadas, entretanto, o estádio estava fechado por conta de reformas para a Copa das Confederações (2013) e a Copa do Mundo (2014). A decisão de voltar ou não a jogar no como mandante no Gigante da Pampulha é exclusivamente de Sette Câmara, que estuda o retorno do Atlético ao local em 2019.

“Tem outro aspecto que é o financeiro. Dependendo do jogo, o Mineirão traz prejuízo. Nosso adversário (Cruzeiro) tem sérios problemas financeiros com relação ao Mineirão porque a gente sabe que foram muitos jogos que geraram prejuízo”, avaliou. 

Representantes da Minas Arena, concessionária que administra o estádio, e da diretoria alvinegra se reúnem desde o início do ano para tentar viabilizar uma parceria. É de desejo público da administradora que o Atlético volte a jogar como mandante no Mineirão.

Histórico

O ano em que o Atlético jogou mais vezes como mandante no Mineirão foi 1968. Foram 48 partidas. De lá para cá, o time mineiro alternou entre as principais ‘casas’ do futebol mineiro. Atualmente, o Independência é o estádio utilizado pelo clube com mais frequência.

Desde a reinauguração, em 3 de fevereiro de 2013, o Atlético mandou 24 partidas no Mineirão. Foi lá que a equipe alvinegra conseguiu viradas épicas sobre Flamengo e Corinthians na Copa do Brasil de 2014, conquistada após final diante do Cruzeiro, justamente no estádio, mas como visitante.

A nova versão do Gigante da Pampulha também foi palco dos títulos da Copa Libertadores (2013) e da Recopa Sul-Americana (2014). Como visitante, o time alvinegro conquistou o Campeonato Mineiro de 2013 no Mineirão.

Número de jogos do Atlético como mandante no Mineirão por ano*:

2018 - Nenhum
2017 - 3
2016 - 10
2015 - 6
2014 - 3
2013 - 2
2012** - Nenhum
2011** - Nenhum
2010 - 15
2009 - 31
2008 - 30
2007 - 29
2006 - 29
2005 - 28
2004 - 24
2003 - 17
2002 - 20
2001 - 15
2000 - 36
1999 - 23
1998 - 26
1997 - 37
1996 - 19
1995 - 28
1994 - 27
1993 - 18
1992 - 27
1991 - 19
1990 - 16
1989 - 12
1988 - 28
1987 - 25
1986 - 27
1985 - 37
1984 - 27
1983 - 32
1982 - 28
1981 - 32
1980 - 29
1979 - 39
1978 - 38
1977 - 32
1976 - 36
1975 - 25
1974 - 31
1973 - 25
1972 - 38
1971 - 34
1970 - 37
1969 - 29
1968 - 41
1967 - 48
1966 - 44
1965 - 10

* dados coletados do blog O Canto do Galo
** em 2011 e 2012, o Mineirão esteve fechado para reformas

Tags: mineirao galo seriea futnacional interiormg atleticomg