None
Atlético

ATLÉTICO

Elias vê placar injusto no clássico, elogia Atlético e detona arbitragem

Volante criticou assistente por erro que definiu resultado do jogo no Mineirão

postado em 14/04/2019 19:26 / atualizado em 14/04/2019 22:41

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>

Os jogadores do Atlético deixaram o gramado do Mineirão bastante incomodados com a atuação da arbitragem neste domingo, após a derrota por 2 a 1 para o rival Cruzeiro, no primeiro dos dois duelos da grande final do Campeonato Mineiro. As queixas são por um pênalti não marcado em Igor Rabello, no primeiro tempo, o escanteio que gerou o segundo gol celeste e a expulsão de Adilson.

Para Elias, o árbitro carioca Wagner do Nascimento Magalhães não teve culpa nos lances. Os erros teriam sido cometidos pelo auxiliar Rodrigo Figueiredo Henrique Correa.

"Não vi o lance. Ele falou que o Adilson brigou com o Henrique e o Henrique acho que tinha amarelo.  Então eram para ser expulsos os dois. É muito fácil o árbitro expulsar um jogador corretamente, como foi o Rafinha, e depois vem o bandeirinha, que não tem mais poder hoje no futebol, devido ao VAR, e consegue complicar o jogo duas vezes. No lance do gol, do Leo, a bola saiu e era nossa. Todo mundo viu e ele deu escanteio. E na expulsão do Adilson, ele viu uma situação. Mas, enfim, vamos reclamar. O Wagner fez uma grande partida, dar os parabéns para ele também", afirmou o volante.

Apesar das reclamações, Elias gostou do futebol apresentado pelo Galo no Mineirão. Segundo ele, o time tem tudo para reverter o resultado na partida de volta, diante da torcida alvinegra.

"A gente criou algumas chances. O empate seria mais justo, mas a gente sabe que está enfrentando uma grande equipe. Só que aqui do nosso lado também tem grandes jogadores, acostumados a títulos, a decisões, e com certeza com apoio do nosso torcedor temos tudo para ir pra cima e reverter essa situação. Um gol nos dá o título. É trabalhar a concentração, trabalhar esta semana e não tem nada perdido. A equipe fez uma grande partida, mostrou organização, tática, sabia o que fazer com a bola. Vamos continuar trabalhando e evoluindo", completou.

O segundo e derradeiro encontro entre Atlético e Cruzeiro está marcado para as 16h30 do próximo sábado, dia 20 de abril, no Independência. O Galo, que teve a melhor campanha na primeira fase, tem a vantagem do empate no placar agregado e, portanto, jogará por uma vitória simples para ficar com o título estadual. Os cruzeirenses, por sua vez, precisam de um empate para levar o caneco.




 

 

Tags: elias interiormg galo atlético