Atlético

ATLÉTICO

Vice do Atlético detona a arbitragem e diz que clube 'continua sendo garfado'

Time alvinegro reclama de lances que não teriam sido alertados pelo VAR

postado em 15/04/2019 10:04 / atualizado em 15/04/2019 12:35

<i>(Foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press)</i>
O Atlético continua na bronca com a atuação do Wagner do Nascimento Magalhães, no clássico contra o Cruzeiro, domingo e, principalmente, contra o VAR. Na manhã desta segunda-feira, o vice-presidente do clube, Lásaro Cândido da Cunha, em seu Twitter, dispatou mais uma vez contra a arbitragem.

O dirigente postou uma mensagem, criticando a atuação do VAR, dizendo que o Atlético continua sendo “garfado”, e reclamando que os áudios das conversas entre os árbitros deveria ser disponibilizados.


A partida, válida pela ida da final do Campeonato Mineiro, terminou com vitória celeste por 2 a 1. O Atlético ficou na bronca com a arbitragem por vários lances. No fim do primeiro tempo, Wagner do Nascimento Magalhães não assinalou pênalti de Dedé sobre Igor Rabello.

Além disso, o segundo gol do Cruzeiro, marcado por Leo, surgiu após um escanteio inexistente. Os dois lances foram flagrados pela TV. Já o Cruzeiro teve um gol anulado pelo VAR. Depois de cobrança de escanteio, a bola resvalou no braço de Fred e foi para as redes. O árbitro conferiu a imagem e invalidou o gol.