Atlético

ATLÉTICO

Além de busca por título, chance de quebrar invencibilidade do Cruzeiro motiva Atlético para final

Time mineiro precisa quebrar invencibilidade rival no ano para ser campeão

postado em 17/04/2019 10:11 / atualizado em 17/04/2019 11:49

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM)</i>
Para ser campeão mineiro, o Atlético precisa do que nenhum clube conseguiu fazer em 2019: vencer o Cruzeiro. Além da busca pelo título, a chance de quebrar a invencibilidade celeste na temporada motiva os jogadores alvinegros para a partida de volta da final do Estadual, marcada para 16h30 deste sábado, no Independência.

No duelo de ida, melhor para o Cruzeiro. Os comandados do técnico Mano Menezes venceram por 2 a 1, no último domingo, no Mineirão. Ao Atlético, basta uma vitória por qualquer diferença de gols no Horto para ficar com a taça.

“A gente sabe que não tem nada perdido. Com uma vitória, a gente fica com a taça na mão. Então, é uma vitória mínima, pode ser de 1 a 0. A gente tem plenas condições de conquistar essa vitória, apesar de que nosso rival não foi vencido ainda este ano. A gente tem que quebrar esse tabu. A gente vai lutar com todas as forças para quebrar esse tabu e conquistar o título”, disse o volante Zé Welison, que deve substituir o suspenso Adilson na equipe titular.

Retrospecto

Entre compromissos por Campeonato Mineiro e Copa Libertadores, o Cruzeiro disputou 19 jogos em 2019. Foram 15 vitórias, quatro empates e nenhuma derrota, retrospecto que corresponde a 85,9% de aproveitamento dos pontos disputados. O time marcou 43 gols (média de 2,2 por partida) e sofreu oito (0,4).

Questionado sobre o tema, Yimmi Chará disse que o desempenho rival não deve ser o foco do Atlético. O atacante colombiano, que voltou a ser titular após a demissão do técnico Levir Culpi, acredita que uma final faz com que “tudo” fique para trás.

“Antes de tudo isso, temos que pensar no que nós podemos fazer. Temos que pensar no que conseguimos até agora. Independentemente do que aconteceu no primeiro jogo, temos que pensar em tudo isso, no que a equipe alcançou no Campeonato Mineiro. Numa final, tudo fica para trás”, disse.

Tags: galo seriea futnacional interiormg atleticomg