Atlético

COPA SUL-AMERICANA

Atlético volta a derrotar Botafogo e avança às quartas de final da Sul-Americana

Fábio Santos, de pênalti, e Vinicius marcaram os gols do Galo no Horto

postado em 31/07/2019 23:24 / atualizado em 31/07/2019 23:59

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D. A Press)</i>
O Atlético está nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Com casa cheia no Independência, nesta quarta-feira, o Galo voltou a bater o Botafogo, dessa vez por 2 a 0, e confirmou a classificação depois da vantagem de 1 a 0 adquirida no primeiro duelo, no Rio de Janeiro. Fábio Santos (pênalti), e Vinicius, ambos no segundo tempo, fizeram os gols do alvinegro mineiro, que terá pela frente o La Equidad, da Colômbia.

A equipe colombiana derrotou o Royal Pari-BOL nas oitavas de final. Segundo calendário da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), as partidas das quartas de final serão nas semanas dos dias 21 e 28 de agosto.

Antes, o Atlético concentra esforços na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a partir das 19h, o time alvinegro tem clássico contra o Cruzeiro, no Independência. No mesmo dia, às 16h, o Botafogo visita o Avaí, na Ressacada.

Botafogo domina, mas Atlético equilibra jogo

Aos desavisados, a primeira metade da etapa inicial pareceria estranha para um jogo disputado no Independência. Apesar de atuar em casa e com o apoio de mais de 20 mil torcedores, o Atlético recuou. A obrigação de buscar o ataque fez com que o Botafogo fosse mais agressivo e procurasse o gol com mais intensidade.

Mas antes mesmo de qualquer lance de perigo, o jogo esquentou. Jogadores dos dois times se estranharam após uma disputa de bola na lateral. Luiz Fernando, do Botafogo, e Vinicius, do Atlético, receberam cartão amarelo. Quando a poeira baixou e a bola voltou a rolar, o cenário da partida seguiu o mesmo.

Recuado, porém, o Atlético estava pronto para contra-atacar. A principal arma? Chará. O colombiano era a “flecha” projetada pelos “arcos” Vinicius e Elias e até mesmo pelo goleiro Cleiton, substituto de Victor – vetado por conta de uma tendinite no joelho esquerdo. Mas faltava precisão nos avanços.

Com o passar do tempo, o Atlético passou a trocar mais passes e avançar a marcação. Numa dessas, o time recuperou a posse no campo de ataque, aos 31’. Chará recebeu na direita, já dentro da área, e tentou fintar o defensor, que se recuperou bem e evitou a conclusão. Aos 34’, Otero chutou de longe, para defesa de Gatito.

Minutos depois, o venezuelano teve outra boa chance após arrancada de Ricardo Oliveira, mas a finalização de carrinho mandou a bola por cima. O lance mais perigoso do primeiro tempo, porém, foi do Botafogo. Aos 43’, Marcinho cobrou falta lateral no travessão. Ao fim da etapa inicial, 0 a 0.

Atlético deslancha

No início da segunda etapa, Atlético e Botafogo fizeram um jogo equilibrado. Faltavam, porém, finalizações dos dois lados. O clima entre jogadores foi ficando mais tenso, e o número de faltas e divididas ríspidas aumentou. Em vantagem, os donos da casa começaram a retardar o reinício da partida em determinadas situações.

As chances começaram a aparecer aos 12’. Vinicius recebeu na área e finalizou com perigo. Aos 13’, foi a vez de Otero bater cruzado para difícil defesa de Gatito. A partir daí, o Atlético passou a mandar no jogo, ter mais posse de bola e chegar com perigo. Vinicius, aos 20’, desperdiçou grande oportunidade.

E o gol atleticano saiu numa cobrança de pênalti. Jair, um dos principais destaques da partida, fez fila na zaga rival e foi derrubado. A torcida retribuiu e cantou alto o nome do volante. Fábio Santos bateu no alto, com precisão, e abriu o placar aos 31’: 1 a 0.

<i>(Foto: Ramon Lisboa/EM/D. A Press)</i>


Vinicius deixou o seu nome marcado na vitória do Atlético aos 39 minutos. Gatito rebateu chute de Ricardo Oliveira e o meia pegou de primeira, de perna direita, para fechar o placar: 2 a 0.

<i>(Foto: Ramon Lisboa/EM/D. A Press)</i>





ATLÉTICO 2 X  0 BOTAFOGO

Atlético
Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair (Zé Welison, 42'2ºT); Chará (Luan, aos 40’ do 2ºT), Elias, Vinicius e Otero (Geuvânio, aos 16’ do 2ºT); Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

Botafogo
Gatito Fernández; Marcinho, Cícero, Marcelo Benevenuto e Gilson; Bochecha (Igor Cássio, aos 33’ do 2ºT), João Paulo (Alan Santos, aos 21’ do 2ºT) e Alex Santana; Rodrigo Pimpão (Léo Valência, aos 26’ do 2ºT), Luiz Fernando e Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca

Gols: Fábio Santos, aos 31’ do 2ºT; Vinicius, aos 39’ do 2ºT (ATL)
Cartões amarelos: Vinicius, aos 3’ do 1ºT, e Jair, aos 7’ do 2ºT (ATL); Luiz Fernando, aos 3’ do 1ºT (BOT)
Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana
Local: Independência, em Belo Horizonte
Data e horário: quarta-feira, 31 de julho de 2019, às 21h30

Tags: interiormg sulamericana botafogorj atleticomg