Atlético
1

ATLÉTICO

Atlético é o time com menos jogos sem sofrer gols no Brasileiro

Próximas partidas são com os três melhores ataques da competição

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>
Atlético vive sequência ruim na temporada 2019. Depois de um início promissor no Campeonato Brasileiro, o time caiu de produção e amarga sequência ruim de resultados. São seis derrotas nos últimos oito jogos. Com o revés de virada para o Vasco, na última quarta-feira, no Independência, o time chegou a 13 partidas seguidas com gols sofridos. Na Série A, a defesa só passou ilesa em três das 22 rodadas realizadas.

Os números são ruins e evidenciam a crise técnica que vive o time alvinegro. O técnico Rodrigo Santana está pressionado por bons resultados. No entanto, ele conta com a confiança do presidente Sérgio Sette Câmara e o diretor de futebol Rui Costa. Ambos entendem que o treinador precisa de mais tempo para que o trabalho possa voltar a render bons resultados, como foi durante o início do Campeonato Brasileiro e a campanha na Copa Sul-Americana.

Durante período do segundo semestre, o Atlético chegou a ficar quatro partidas seguidas sem levar gols. A defesa era, naquele momento, o ponto forte da equipe. Os jogadores tentam entender o que aconteceu nas últimas semanas para a queda de produção. O zagueiro Iago Maidana, que voltou ao time titular após quase três meses, lamenta a produção baixa da equipe nas últimas partidas.

“É algo que me deixa muito chateado, essa questão de gols sofridos. Não só eu, mas toda a defesa. Chegamos a ficar quatro jogos sem levar gols (contando Brasileiro e Copa Sul-Americana) e ficamos bem confiantes. Temos que tentar retomar essa confiança. Nossa equipe tem qualidade e temos capacidade de voltar ao bom momento, voltar a não levar gols. Vamos nos fechar, falar que não vamos levar gols. Temos potencial para isso. Temos que nos impor, mostrar o que é o Atlético”, relatou o zagueiro.


A partir de agora, o Atlético entra na fase mais complicada do Campeonato Brasileiro. Nas próximas rodadas, o Galo vai encarar os três melhores ataques da Série A: Flamengo (48 gols marcados), Palmeiras (38) e Grêmio (37). Os adversários fazem a preocupação com o sistema defensivo do time comandado por Rodrigo Santana ficar ainda maior. 

"Temos uma equipe qualificada. Fizemos bons jogos contra Palmeiras, Flamengo e Grêmio no primeiro turno. É 11 contra 11. Precisamos tirar o nosso melhor, colocar dentro de campo e vencer. Temos condições de vencer. Temos que ir lá para incomodar. Acredito muito na questão da vontade, da raça. Precisamos disso agora. Temos que querer vencer", ressaltou Maidana.

No Campeonato Brasileiro, o Atlético só passou três jogos sem sofrer gols: 4 a 0 sobre o CSA, no Independência, pela 7ª rodada; 0 a 0 com o Goiás, no Serra Dourada, pela 12ª rodada; e 2 a 0 sobre o Cruzeiro, no Horto, pela 13ª rodada. O Galo é, ao lado do Fluminense, o pior da Série A no quesito.

Mudanças?


Para o jogo contra o Palmeiras, domingo, às 16h, no Allianz Parque, a tendência é de que o técnico Rodrigo Santana mexa na equipe atleticana. O treinador espera pelo retorno de Réver, desfalque contra o Vasco por causa de dores musculares. Caso o capitão não tenha condições de jogo, Maidana será mantido na equipe.

Outra mudança que deve acontecer é a entrada de Zé Welison no lugar de Nathan. Rodrigo Santana deixou claro que utilizou o meia como primeiro volante nos jogos contra Ceará e Vasco para melhorar a saída de bola da equipe. Como o Atlético vai precisar de mais força defensiva no duelo contra o Palmeiras, o volante deve retornar ao time. 

Número de jogos sem levar gols no Brasileiro


1º Bahia e Corinthians - 12
3º Palmeiras - 10
4º Santos e São Paulo - 9
6º CSA, Flamengo, Grêmio e Internacional - 8
10º Athletico-PR, Botafogo, Cruzeiro e Goiás - 7
14º Avaí - 6
15º Ceará - 5
16º Chapecoense, Fortaleza e Vasco - 4
19º Atlético e Fluminense - 3

Tags: galo seriea futnacional interiormg atleticomg