Atlético

ATLÉTICO

Religioso que foi ao treino do Atlético não é ligado à Igreja Católica

Jefferson Moreira conversou com jogadores nessa quinta-feira

postado em 22/11/2019 16:31 / atualizado em 22/11/2019 16:55

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

O religioso Jefferson Moreira, que visitou a Cidade do Galo nessa quinta-feira, não é ligado à Igreja Católica. O esclarecimento foi feito pela arquidiocese de Belo Horizonte, por meio de nota publicada nesta sexta.


"Esclarecemos que o senhor Jeferson Moreira (sic), retratado em reportagens nesta quinta e sexta-feira como sacerdote, não é padre da Igreja Católica liderada pelo Papa Francisco", lê-se (veja a nota na íntegra ao fim da reportagem).

Em conversa com jornalistas no CT alvinegro, Jefferson Moreira afirmou que faz parte da paróquia São Francisco e Nossa Senhora Aparecida, em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Durante a entrevista, o religioso não afirmou que fazia parte da Igreja Católica.

Em momento algum, a reportagem do Superesportes afirmou que Jefferson Moreira era ligado à Igreja Católica.

Ele é, na verdade, da Igreja Católica Ecumênica do Brasil. “Eu acho que todos nós, juntando nossa fé evangélica, nossa fé espírita, nossa fé católica, nossa fé no Grande Arquiteto, como diz na maçonaria, tudo é válido. O importante é chegar até Deus”, disse, nessa quinta-feira.

A visita

Nessa quinta-feira, o religioso foi à Cidade do Galo para convidar o técnico Vagner Mancini a participar de um curso de batismo. Depois de conversar com o treinador, foi a campo, bateu papo com jogadores e posou para fotos. Em seguida, acompanhou todo o treinamento.

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Leia, na íntegra, a nota divulgada pela arquidiocese de Belo Horizonte:

Esclarecemos que o senhor Jeferson Moreira, retratado em reportagens nesta quinta e sexta-feira como sacerdote, não é padre da Igreja Católica liderada pelo Papa Francisco.

Com certa frequência, pessoas utilizam símbolos, sinais, vestes ou nomenclatura que se assemelham aos da Igreja Católica vinculada ao Vaticano e ao Papa. Isso contribui para gerar confusão. Por isso, alertamos que a celebração de sacramentos e outros atos religiosos praticados por pessoas que não estejam em comunhão com a Igreja Católica sob o pontificado do Papa Francisco não têm efeito sacramental ou canônico. Desta forma, não são, sob nenhuma condição, reconhecidos pela Arquidiocese de Belo Horizonte ou por outras arquidioceses e dioceses vinculadas ao Vaticano.

Importante dizer ainda que o templo citado nas reportagens, no qual o senhor Jeferson Moreira estaria vinculado, não é reconhecido como paróquia da Igreja Católica vinculada ao Papa Francisco. Por isso mesmo, os ritos religiosos ali conduzidos não são reconhecidos pelo Vaticano.

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional seriea