Atlético

CAMPEONATO MINEIRO

Atlético vence a URT em Patos de Minas e retoma a liderança do Campeonato Mineiro

Time misto de Dudamel passou por dificuldades em 'maratona' e conseguiu voltar à primeira colocação; URT reclama gol mal anulado pela arbitragem

postado em 09/02/2020 19:57 / atualizado em 09/02/2020 20:16

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)
O Atlético superou as dificuldades na maratona de viagens e, mesmo com time misto escalado por Rafael Dudamel, bateu a URT por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro. A equipe atleticana não esteve em seus melhores dias e contou com gol mal anulado dos donos da casa quando o placar ainda estava inalterado, antes que Di Santo pudesse marcar o tento da vitória. O resultado levou o alvinegro à liderança do Estadual.

Os deslocamentos de ida e volta da Argentina e para o interior de Minas, além do gramado pesado no Zama Maciel, de acordo com os jogadores atleticanos, dificultaram o ritmo alvinegro no confronto. O entrosamento também pode ter complicado um pouco o rendimento do time, já que Dudamel mesclou cinco titulares com seis reservas para o duelo.

Com os três pontos conquistados, o Atlético segue invicto, com 11 pontos em três vitórias e dois empates. O resultado deste domingo colocou o alvinegro na liderança do Estadual, ultrapassando o Cruzeiro, que fica na segunda posição, com 10 pontos, mas com um jogo a menos. A URT perdeu a sua invencibilidade e uma posição na tabela - está em 7º, com sete pontos.

Na próxima rodada, o Atlético recebe a Caldense. O duelo está marcado às 16h de domingo, no Mineirão. A URT joga no dia anterior, às 16h, em Tombos, contra o Tombense.



O jogo - Além de toda a dificuldade física pela maratona de viagens e jogos que enfrenta o Atlético neste momento na temporada, os jogadores alvinegros tiveram que enfrentar um gramado ‘pesado’ no Zama Maciel, em Patos de Minas. A equipe chegou a argumentar com o técnico Rafael Dudamel que estava difícil trocar passes e encaixar jogadas ofensivas.

Jogando em casa e aproveitando a superioridade física e dificuldade técnica do adversário, a URT iniciou a partida pressionando a saída de bola alvinegra e desafiando a defesa do rival da capital. Aos 10 minutos, Igor Rabello derrubou Kesley na entrada da área e Michael fez boa defesa em cobrança de Júnior Lemos.

Sem muita produção ofensiva e jogando excessivamente pelas laterais, sem conseguir troca de posições e infiltrações, o Atlético sofreu com as investidas dos donos da casa. Aos 32, em escanteio que Roni escorou de cabeça, Pitbull completou para as redes. O assistente Celso Luiz da Silva marcou impedimento e invalidou o gol de forma errada. Os jogadores da URT estavam em posição regular nos dois lances.

Parecendo desencorajado pela dificuldade com o gramado e a boa marcação da URT, o Atlético falhava na criação ofensiva. Mas depois de ver o adversário marcar - em lance invalidado -, a equipe de Rafael Dudamel buscou o domínio da partida. E conseguiu abrir o placar, devolvendo na mesma moeda. Após escanteio, aos 42, Dylan Borrero levantou na área e Di Santo ganhou da zaga no alto, tocando no canto, para fazer o gol. 0 a 1.

Em vantagem no placar, o Atlético voltou para o segundo tempo com marcação mais incisiva no campo adversário e dificultou a saída de bola da URT. Buscando o empate, a equipe de Patos de Minas ficava mais tempo com a bola, mas também tinha problemas na criação. Os donos de casa tentavam chutes de longa distância e cruzamentos na área.

Depois de toda a maratona de viagens para jogar na Argentina e, depois, chegar a Patos de Minas, a equipe alvinegra sentiu o ritmo e tentou segurar o jogo. A URT tinha o domínio das ações e, nas poucas vezes que o Atlético conseguiu encaixar um contra-ataque, falhou na assistência ou na definição.

A URT levou perigo contra o gol de Michael em, pelo menos, duas boas oportunidades. Aos 20, Izaldo cobrou falta na área e a bola passou por todo mundo. Aos 38, Kesley chutou forte de fora da área, com curva, e a bola passou perto, pela linha de fundo. O fim da partida ainda teve interrupção por causa de sinalizadores na torcida e um total de oito minutos de acréscimo. Ainda assim, o Atlético conseguiu segurar o resultado após pressão da URT no fim.

URT 0 x 1 ATLÉTICO

URT
Negueti; Jeffinho, Audalio, Josué e Izaldo; Márcio Passos (Patrik), Valkenedy e Júnior Lemos (Flávio Paulino); Kesley, Pitbull (Euller) e Roni
Técnico: Ademir Fonseca

Atlético
Michael; Patric, Igor Rabello, Gabriel e Lucas Hernández; Martínez, Allan e Dylan Borrero (Hyoran); Edinho (Mailton), Marquinhos (Zé Welison) e Di Santo
Técnico: Rafael Dudamel

Gols: Di Santo, aos 42 minutos do 1º tempo (Atlético)
Cartões amarelos: Valkenedy, Pitbull e Josué (URT)

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas, Minas Gerais
Data e horário: domingo, 9 de fevereiro de 2020, às 18h

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Auxiliares: Celso Luiz da Silva e Marcyano da Silva Vicente

Tags: atlético urt interiormg futnacional di santo