Atlético

ATLÉTICO

Atlético demite Rui Costa, Marques e Rafael Dudamel após vexame na Copa do Brasil

Decisão foi anunciada horas depois da eliminação para o Afogados

postado em 27/02/2020 01:54 / atualizado em 27/02/2020 02:30

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O Atlético demitiu o diretor de futebol Rui Costa, o gerente de futebol Marques e o técnico Rafael Dudamel após a eliminação na noite desta quarta-feira para o Afogados na segunda fase da Copa do Brasil. A decisão do presidente Sérgio Sette Câmara foi anunciada horas depois da derrota, já na madrugada desta quinta.

Também foram demitidos quatro homens de confiança de Dudamel, que chegaram ao clube com ele: o auxiliar Marcos Mathías, o preparador físico Joseph Cañas, o analista de desempenho Rodrigo Piñón e o coach motivacional Jeremias Álvarez.

Dudamel

 
Rafael Dudamel iniciou oficialmente a curta passagem pelo Atlético em 6 de janeiro, quando desembarcou com festa da torcida no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Portanto, foram apenas 52 dias de trabalho do treinador, que abandonou o sonho de levar a Seleção Venezuelana a uma Copa do Mundo para dirigir o clube alvinegro.

Na Cidade do Galo, acumulou duas eliminações vexatórias. Na última quinta-feira, caiu na primeira fase da Copa Sul-Americana para o Unión-ARG. Nessa quarta, perdeu nos pênaltis para o modesto Afogados na segunda fase da Copa do Brasil após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar, em jogo disputado no Estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, interior de Pernambuco.

Em apenas dez partidas sob o comando do venezuelano, o Atlético venceu quatro jogos, empatou outros quatro e perdeu dois, um aproveitamento de 53,33% dos pontos disputados. A equipe marcou 13 gols e sofreu oito.

Rui Costa

O Atlético contratou Rui Costa em 11 de abril de 2019, num momento de crise. Na noite anterior, a equipe havia sido goleada por 4 a 1 pelo Cerro Porteño-PAR, na fase de grupos da Copa Libertadores. O resultado fez com que o técnico Levir Culpi fosse demitido.

Em dez meses de Atlético, Rui Costa nunca foi unanimidade entre os torcedores. Sob a gestão dele, o Atlético contratou quatro jogadores em 2019 (o goleiro Wilson, o lateral-esquerdo Lucas Hernández, o volante Ramón Martínez e o centroavante Franco Di Santo). Em 2020, foram mais sete reforços anunciados (o lateral-direito Mailton, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, o volante Allan, os meia-atacantes Dylan Borrero, Hyoran e Savarino, além do atacante Diego Tardelli).

Com Rui Costa na diretoria de futebol, o Atlético teve três treinadores: Rodrigo Santana (que iniciou o trabalho como interino e, posteriormente, foi efetivado), Vagner Mancini e Rafael Dudamel. Em campo, o time não rendeu como o esperado. Em 2019, perdeu o Campeonato Mineiro para o Cruzeiro, caiu na fase de grupos da Libertadores, foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil pelo Cruzeiro e na semifinal da Copa Sul-Américana pelo Colón-ARG, além de ter terminado o Campeonato Brasileiro apenas na 13ª posição.

Nesta temporada, viu a equipe cair precocemente na Copa Sul-Americana e na Copa do Brasil. No Campeonato Mineiro, o time ocupa apenas a quarta colocação, com 11 pontos após seis rodadas disputadas.

Marques

Ídolo do clube como jogador, Marques foi muito criticado pelo trabalho na diretoria alvinegra. O ex-atacante voltou ao clube no fim de 2017 para assumir, ao lado de Gustavo Cupertino, a coordenaria das categorias de base.

Em outubro 2018, passou a exercer o cargo de diretor de futebol do profissional, após a demissão do muito criticado Alexandre Gallo. Ficou pouco tempo no cargo e deu lugar a Rui Costa, em abril de 2019. A partir desse momento, virou gerente de futebol.

Veja o comunicado do Atlético


A partir desta sexta-feira (28), Rui Costa (diretor de futebol), Marques Batista de Abreu (gerente de futebol), Rafael Dudamel e sua comissão técnica não fazem mais parte do Clube. 

Para o jogo de Domingo, em Varginha, contra o Boa Esporte, o time será comandado por James Freitas e Lucas Gonçalves, ambos da comissão técnica fixa. 

O grupo se reapresenta nesta sexta-feira à tarde e já fica concentrado.

Tags: galo copadobrasil atleticomg interiormg futnacional seriea