Atlético

ATLÉTICO

Lateral do Atlético, Guga diz que comemoração de título do Flamengo serviu de aprendizado e relembra zoações ao Cruzeiro

Jogador postou vídeo nas redes sociais comemorando conquista do rival do Galo no ano passado, mas diz que episódio foi superado

postado em 02/04/2020 17:01

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

No fim do ano passado, o Flamengo conquistou o bicampeonato da Copa Libertadores com uma incrível vitória de virada sobre o River Plate, da Argentina. Em concentração na Cidade do Galo, o lateral-direito Guga comemorava a conquista do rubro-negro, um dos grandes rivais do Atlético. Por engano, o jogador publicou o vídeo nas redes sociais e acabou virando alvo da torcida alvinegra.

Os atleticanos não perdoaram Guga pela comemoração. A diretoria também não. O jogador foi cortado da concentração para o jogo contra o Athletico-PR, no Mineirão, que aconteceu no dia seguinte ao fato. Ele também foi multado em parte dos salários.

Quando voltou ao time, Guga foi muito vaiado pela torcida do Atlético. No jogo contra o Goiás, no Mineirão, ele recebia as críticas a cada toque na bola. Aos poucos, com boas atuações, ele foi ‘virando o jogo’ e o fato já não é tão relevante como foi no fim do ano passado. O lateral-direito disse que o fato serviu de aprendizado para ele.

“Eu já falei diversas vezes, eu levo isso como aprendizado que já passou e já viramos a chave. Consegui fazer ótimos jogos aqui e amenizei muito bem isso, acho que já ficou para trás. Eu pego isso como aprendizado, talvez eu seja um pouco errado porque eu sou muito inocente para tudo, acredito que todo mundo é meu amigo, enfim. Nunca tinha passado com algo parecido com tanta gente me xingando, me ameaçando, enfim, foi difícil superar tudo isso. Eu sabia que só conseguiria superar tudo isso mostrando dentro de campo e estou conseguindo isso. Então, é uma parada que ficou para trás, isso já passou e já me reconciliei com o clube, que é o mais importante, e com a torcida é só jogo após jogo. Claro que vai ter gente que vai lembrar disso em um jogo ruim e eu vou ter que saber lidar com isso, mas eu mostrando dentro de campo isso cada vez mais vai ficar para trás”, disse Guga, em entrevista ao canal Fox Sports.

No início desta temporada, surgiram rumores de que Guga poderia se transferir ao Flamengo, que buscava um lateral-direito para substituir Rodinei. O atleticano afirmou que, em momento algum, esteve perto de fechar uma transferência para o clube carioca.

“Acredito que foi mais mídia do que algo concreto. Não teve muita coisa concreta. Meu empresário sempre esteve à frente e me deixava muito tranquilo. Não teve algo certo ou próximo de acontecer não”.

Provocações ao Cruzeiro

No fim do ano passado, o Cruzeiro, arquirrival do Atlético, foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. No vestiário do Beira-Rio, após a derrota para o Internacional, os jogadores do Galo comemoravam a queda da equipe celeste. Guga relembrou.

“Quando acabou o jogo do Inter a gente já correu para o vestiário para saber o resultado. Quando a gente descobriu que o Cruzeiro caiu, comemoramos. Depois a gente acabou decidindo zoar eles, fazer vídeo, como acontecia quando era ao contrário”.


No clássico deste ano, a torcida do Atlético fez diversas provocações no Mineirão. Após o jogo - o Galo venceu com gol aos 47 minutos do segundo tempo -, os jogadores continuaram zoando a torcida arquirrival. Guga, por exemplo, vestiu uma camisa com uma letra B na parte da frente.

“Hoje em dia é mais complicado ficar zoando qualquer coisa, qualquer time, porque tudo vira polêmica, torcida não deixa você sair de casa, fica jurando de morte. Fica complicado. Mas quando a gente tem a oportunidade, como no último clássico, que conseguimos o gol no último lance com o Otero, a gente aproveitou para tirar sarro. O futebol é assim. Hoje você zoa o seu adversário, amanhã é a vez dele. Tem que aproveitar, porque ninguém sabe o dia de amanhã. Hoje a gente está num melhor momento e temos que aproveitar”, completou.

Tags: cruzeiro galo atlético flamengo guga interiormg flamengorj