Atlético

ATLÉTICO

Atlético avalia situação de Cazares e tem 'duas opções': renovação ou venda antes do fim do contrato

Contrato do meia equatoriano vai até o fim desta temporada; jogador já mostrou interesse em sair do Galo

postado em 05/04/2020 08:00

(Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético)

A situação do meia Cazares segue indefinida no Atlético. Mesmo depois de o jogador ter indicado querer deixar o clube, a diretoria alvinegra segue procurando a melhor solução para o futuro do camisa 10 atleticano. Segundo o diretor de futebol Alexandre Mattos, o Galo tem duas opções: renovar ou vendê-lo antes do fim do contrato.

No início do ano, Cazares revelou sua vontade de deixar o Atlético em busca de uma valorização financeira. Com isso, algumas propostas chegaram à mesa do então diretor de futebol Rui Costa. Entretanto, nenhuma delas agradou os dirigentes, que seguiram com o equatoriano.

Durante a passagem do técnico Rafael Dudamel, Cazares não atuou. Por conta do imbróglio de transferência e, posteriormente, uma lesão na coxa esquerda, o atleta só estreou no clássico contra o Cruzeiro. Com a reformulação no comando atleticano - chegada de Alexandre Mattos e Jorge Sampaoli - o camisa 10 atleticano voltou a ganhar prestígio

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Mattos revelou que ele e Sampaoli estão empenhados em solucionar o impasse com o jogador. Segundo o dirigente, ele e o treinador estudam uma forma de garantir a valorização financeira que Cazares deseja

“O contrato dele vai terminar e temos que ver se renovamos ou se fazemos algum negócio, para evitar que o Atlético perda na totalidade. Estamos em conversas com os representantes dele, mas como o mundo está parado, estamos com dificuldade para resolver isso”, disse Mattos.

Um dos melhores jogadores da posição em atividade no Brasil, Cazares é peça importante no Atlético de Sampaoli. Além das qualidades técnicas, o meia registrou alguns recordes pelo Galo: é o segundo maior artilheiro estrangeiro do clube, com 41 gols, e também o atleta estrangeiro que mais vestiu a camisa alvinegra (205 jogos). 

Por conta da importância do equatoriano no grupo, Mattos espera uma definição quando o elenco voltar às atividades após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Cazares é um jogador que, em forma e com a cabeça boa, tecnicamente pode fazer a diferença. Tive um contato com ele superficial, dois dias antes de parar. Todos os treinadores que estão aqui colocam as mesmas situações, então dá pra ver que não é o treinador. Vamos ver a situação dele com o Sampaoli quando voltarmos. Tecnicamente, é um ótimo jogador e há uma situação contratual”, concluiu o diretor de futebol.

Tags: atleticomg interiormg futnacional seriea