Atlético

ATLÉTICO

Marquinhos 'voando', Marrony centroavante e destaque para Bueno: vice-presidente revela impressões de treino do Atlético

Lásaro Cândido da Cunha acompanhou algumas atividades nos últimos dias

postado em 15/07/2020 07:00 / atualizado em 14/07/2020 21:52

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

Os treinos do Atlético estão fechados para a imprensa, que não tem acesso à Cidade do Galo durante esse período de pandemia. A TV Galo, canal oficial do clube no Youtube, mostra apenas momentos das atividades. As avaliações do trabalho de Jorge Sampaoli são, no momento, bem rasas. Mas quem acompanhou alguns treinamentos de perto está satisfeito. É o caso do vice-presidente Lásaro Cândido da Cunha. Em entrevista ao canal do jornalista Jorge Nicola, ele se mostrou entusiasmado.

“Olha, eu estou (entusiasmado). Eu já me entusiasmei muito com grandes times do Atlético. Mas esse, se a gente tiver um pouco de calma... Tem que ter um pouquinho de calma, tem que ter paciência, é assim mesmo. Eu acho que... Olha... O atleticano vai começar a dar valor ao jogo jogado. Não o jogo de qualquer jeito”, revelou Lásaro.

A avaliação não ficou apenas no campo geral. Lásaro fez questão de destacar alguns jogadores. Entre eles, o jovem meia-atacante Marquinhos, de 20 anos. De acordo com o ex-presidente, o velocista está ‘voando’.

“O Marquinhos é um menino que tem valor pela história familiar dele. Lutou bravamente. Está no Atlético desde pequeno. E está voando!”, afirmou.


O trabalho dos reforços também foi alvo de análise do vice-presidente. Ele elogiou Marrony na função de centroavante. O dirigente revelou que também se impressionou com o zagueiro Bueno, que foi emprestado ao Galo pelo Kashima Antlers, do Japão.

“Então, assisto aos treinos lá. Fui lá sexta e assisti ao treino de novo. O Marquinhos está jogando muito. O Marrony, como centroavante, também está jogando muito. Tem uma engrenagem. Tem o Allan fazendo o primeiro volante, um primeiro volante moderno. Outra coisa que eu me impressionei: esse zagueiro que veio do Japão, o Bueno, ele compreende bem o jogo. Isso é interessante, essa compreensão. O Allan, por exemplo, tem essa compreensão”.

O vice-presidente do Atlético acredita que o clube ainda precisa de um centroavante. No entanto, ele afirma que muitas contratações podem tirar espaço de jovens talentos da base. E citou como exemplo o atacante Felipe Felício, de 17 anos, que faz parte da equipe de transição do clube.

“Acho que talvez um centroavante, muito embora, com o esquema do Sampaoli, você tendo Marrony e Tardelli... O Tardelli não gosta muito de fazer aquela função, mas o tipo de jogo, a hora que ele acertar bem, acho que eles vão cumprir bem. Acho também o seguinte: não pode trazer gente demais, senão a gente vai tirando oportunidades. Por exemplo, o Felipinho (Felipe Felício), que é um centroavante, um menino de 17 anos. É um menino espetacular. É lógico, não vamos exigir dele, as coisas não são assim. E outros meninos que tem lá”, concluiu.

Tags: galo atlético marquinhos bueno interiormg marrony