Atlético

ATLÉTICO

Jogo a menos no turno e confrontos diretos em casa são trunfos do Atlético na luta pela liderança do Brasileirão; veja probabilidades

Galo almeja ultrapassar Internacional e Flamengo no decorrer do returno

postado em 29/10/2020 08:00 / atualizado em 29/10/2020 11:04

(Foto: Pedro Souza/Agência Galo/Atlético)
Líder do Campeonato Brasileiro da 10ª até a 15ª rodada, o Atlético caiu duas posições ao perder para o Bahia, por 3 a 1, em Salvador, e empatar com o Sport, por 0 a 0, no Mineirão. Internacional e Flamengo se aproveitaram da situação e pularam para o primeiro e o segundo lugar, respectivamente, com 35 pontos. Terceiro colocado, o Galo soma 32. São 10 vitórias, dois empates e cinco derrotas, com 31 gols marcados e 20 sofridos.

Apesar de os tropeços terem esfriado um pouco a euforia dos torcedores, o alvinegro ainda segue firme na luta pela liderança. Para se manter na cola dos adversários, será fundamental superar o Palmeiras na próxima segunda-feira, 2 de novembro, às 17h, no Allianz Parque, em São Paulo.

Caso vença o duelo, o Atlético chegará a 35 pontos. Antes, porém, vai torcer por insucesso de seus concorrentes. No sábado, às 19h, o Internacional visitará o Corinthians, na Neo Química Arena, em São Paulo. No domingo, às 16h, o Flamengo receberá o São Paulo, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Mesmo se Inter e Fla saírem vitoriosos, o Galo tem a chance de superá-los no turno na partida atrasada da sexta rodada, contra o Athletico-PR, no Mineirão. Originalmente marcado para sábado, 29 de agosto, o jogo foi adiado em razão da presença do Atlético na final do Campeonato Mineiro. A Confederação Brasileira de Futebol ainda não definiu a nova data.

Além do compromisso pendente diante do Furacão, o Atlético terá a vantagem de atuar no Mineirão contra os postulantes ao título. Conforme a tabela da CBF, o embate com o Flamengo, pela 20ª rodada (a primeira do returno), ocorrerá no domingo, 8 de novembro, às 18h15. Quase um mês depois, provavelmente em 6 de dezembro, o time de Jorge Sampaoli pegará o Internacional.

Probabilidades


Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, o Atlético tem, neste momento, 17% de probabilidade de ser campeão, abaixo de Internacional, 25,8%, e Flamengo, 30,4%. O Chance de Gol considera ainda menor o índice do time mineiro: 12,2%, contra 30,6% dos gaúchos e 50,5% dos cariocas.

Para os matemáticos da UFMG, a equipe que atingir 76 pontos tem 99,885% de chance de ganhar o Brasileirão. O Chance de Gol, por sua vez, faz uma conta mais alta: com 84 pontos, o percentual para levantar o troféu da elite nacional é de 99%.

Fica evidente, portanto, que a missão atleticana é alcançar aproveitamento superior no returno, a exemplo dos 27 pontos somados nas 12 primeiras rodadas (75%). Isso representaria 43 pontos na segunda metade do campeonato, que poderiam fazer o Galo superar a “barreira” dos 80.

Em 2012, ano em que esteve mais perto de faturar o Brasileiro por pontos corridos, o Atlético liderou o turno, com 43, porém caiu drasticamente de produção na sequência da disputa e encerrou em segundo, com 72. Já o Fluminense foi premiado pela regularidade: contabilizou 42 pontos no turno, 35 no returno e ficou com a taça ao totalizar 77.

Tags: Atlético campanha aproveitamento Galo interiormg futnacional seriea