Atlético

ATLÉTICO

Jair analisa problemas do Atlético contra times recuados e espera Palmeiras aberto ao jogo

Volante destaca estilo ofensivo do Galo: 'Buscamos o gol o tempo todo'

postado em 30/10/2020 12:10 / atualizado em 30/10/2020 12:25

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)
Sem vencer há três jogos no Campeonato Brasileiro, o Atlético busca a reação diante do Palmeiras nesta segunda-feira, às 17h, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 19ª rodada. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Cidade do Galo, o volante Jair analisou a dificuldade da partida, mas destacou a necessidade de vitória para o time alvinegro seguir firme na luta pelo título

“É um jogo importante para a gente voltar a vencer. É um adversário difícil, ainda mais na casa deles. A gente está brigando por coisas grandes, por títulos, então é importante a gente vencer o jogo”, comentou.

O Atlético vem de empates em casa com Fluminense (1 a 1) e Sport (0 a 0),  intercalados com a derrota para o Bahia (3 a 1), em Salvador. Com a sequência, o Galo deixou a liderança e caiu para a terceira posição da tabela, com 32 pontos, três a menos que Flamengo e Internacional, segundo e primeiro colocados.

Jair justificou que a postura retraída dos últimos adversários complicou o estilo de jogo ofensivo do Atlético e apostou que o Palmeiras terá atitude diferente. “Não estamos conseguindo fazer muitos gols contra adversários que jogam fechados. Acredito que o Palmeiras não virá fechado, até porque eles jogam em casa e precisam do resultado. Acho que vai ser um bom jogo. A gente precisa voltar a vencer para ter mais confiança na competição”, ressaltou o camisa 8, que admitiu incômodo do elenco com a sequência sem vitórias na competição.  

“Isso tem nos incomodado. Mas temos que saber que estamos fazendo um bom trabalho. Acredito que não seja por falta de empenho ou desempenho. Estamos  criando muito, mas não estamos marcando gols. Se tiver que cobrar, que seja pelo resultado e não pela performance em campo. A gente é uma equipe que fica com a bola, que cria e busca o gol o tempo todo. O mais fácil é marcar, difícil é propor o jogo o tempo todo”, complementou. 

Com três gols pelo Atlético desde a chegada do técnico Jorge Sampaoli, Jair também avaliou que o comportamento dos rivais incide na liberdade de seu posicionamento em campo. “Já estou adaptado. Dependendo do adversário, jogo mais de primeiro volante. Contra equipes que vêm mais recuadas, eu tenho tentado sair e me infiltrar, pois fico sem espaço para sair, acabo tocando muito na bola, mas mais atrás.  Mas me sinto bem. Sampaoli sempre conversou comigo, sempre me deu confiança para fazer aquilo que venho fazendo”, concluiu. 

Para a partida contra o Palmeiras, sétimo colocado da Série A, com 25 pontos, o Atlético terá dois desfalques. O meia Hyoran, emprestado pelo clube alviverde, não pode ser utilizado pelo técnico Jorge Sampaoli por questão contratual. Já o atacante Keno, artilheiro do Galo na competição, com oito gols, cumpre suspensão devido ao terceiro cartão amarelo. 



Tags: atlético jair interiormg seriea