Atlético

ATLÉTICO

Atlético faz acordo com Ricardo Guimarães e reduz dívida em R$ 70 milhões

Com novo acordo, clube diminui dívida para R$ 85 milhões, dos quais R$ 65 milhões serão pagos em patrocínio

postado em 09/06/2021 17:18

(Foto: Arquivo/EM)

O Atlético fechou um acordo histórico com o ex-presidente e empresário Ricardo Guimarães. O alvinegro conseguiu diminuir a dívida com o ex-mandatário em R$ 70 milhões: de R$ 155 milhões para R$ 85 milhões. A negociação foi feita por Sérgio Coelho, presidente, e José Murilo Procópio, vice. Os três trabalharam juntos no Galo no início dos anos 2000 e fazem parte do órgão colegiado que comanda o alvinegro.

Do valor que será pago, o Atlético só desembolsará R$ 20 milhões ao ex-presidente. Os outros R$ 65 milhões serão quitados em forma de patrocínio máster do Banco BMG, administrado por Ricardo Guimarães, na camisa do time principal. 

Entenda o parcelamento do Atlético abaixo


  • R$ 3,9 milhões em quatro parcelas anuais: a primeira de R$ 900 mil, em julho de 2021; e as outras três de R$ 1 milhão, sempre no mês de julho, em 2022, 2023 e 2024;

  • R$ 16,1 milhões de reais em 92 parcelas mensais de R$ 175 mil, sendo a primeira e a segunda em junho de 2021;

  • R$ 65 milhões serão quitados através da cessão do direito ao patrocínio máster da camisa do time profissional masculino, pelo período de 6,5 anos, a partir de janeiro de 2022, o que equivale ao investimento de R$ 10 milhões por ano de patrocínio. Esse período poderá ser reduzido ou ampliado, de acordo com a valorização do patrocínio máster. O período máximo para o caso de ampliação é de 9 anos. 

O acordo


O Atlético informou que, caso os valores emprestados por Ricardo Guimarães ao clube fossem atualizados, a dívida atual seria de R$ 247 milhões. No entanto, o ex-presidente já havia assinado anteriormente aditivos nos quais concedeu importantes descontos. "Considerando a aplicação dos encargos previstos nesses aditivos, o valor atual da dívida seria de R$ 155 milhões", diz a nota.

A dívida, no entanto, fica ainda menor. Além da retirada dos encargos (que elevariam a dívida em, no mínimo, R$ 50 milhões), Ricardo Guimarães concedeu desconto adicional de R$ 20 milhões.

“A grandeza do Ricardo e de sua família e a paixão deles pelo Galo permitiram que chegássemos a este entendimento“, disse o presidente Sérgio Coelho.

Já Ricardo Guimarães ressaltou o orgulho de poder ajudar o clube nesta fase de reconstrução financeira. "Tenho orgulho de ter ajudado o Clube em situações difíceis e continuar a fazê-lo neste momento de transformação do Galo, liderado por Sérgio Coelho e José Murilo Procópio", afirmou.

Vice-presidente do Atlético, José Murilo Procópio informou que o acordo foi aprovado pelos principais gestores do clube. "Esse acordo também foi aprovado, por unanimidade, pelo órgão colegiado". Além dos três envolvidos na negociação, fazem parte do grupo os empresários Rubens Menin, Rafael Menin e Renato Salvador. 

Tags: galo atlético interiormg