Atlético: Fred Couto dá versão sobre desentendimento no futebol feminino

'Houve insubordinação de algumas atletas, e o Atlético vai tomar as medidas necessárias para apaziguar a situação', disse o cogestor do futebol feminino

10/09/2021 09:25 / atualizado em 10/09/2021 16:38
compartilhe
Atlético foi vice-campeão do Feminino A2
foto: Bruno Sousa / Atlético

Atlético foi vice-campeão do Feminino A2

O conselheiro benemérito Fred Couto , cogestor do futebol feminino do  Atlético  e representante do presidente Sérgio Coelho na modalidade, deu sua versão ao  Superesportes   sobre o desentendimento com jogadoras, em  reunião realizada nessa quinta-feira  (9). 

De acordo com o site 'Onze Minas', especializado em futebol feminino, Fred teria gritado e colocado o dedo no rosto da zagueira Bruna Cotrim , quando anunciou as demissões do técnico Hoffmann Túlio e da coordenadora Nina Abreu. Isso gerou a revolta de outras jogadoras. A reportagem não conseguiu contato com a atleta citada.

"Houve resistência com as demissões. Teve uma menina, a capitã do time, que disse que o Hoffmann era campeão mineiro, que subiu o time, e começou a se exaltar. Nós não aceitamos. Mas já conversei com o presidente e nós vamos contornar a situação", disse Fred.  

"Houve insubordinação de algumas atletas, e o Atlético vai tomar as medidas necessárias para apaziguar a situação. Com relação às atletas que se revoltaram, vamos conversar e tentar resolver", acrescentou Couto, que não citou as jogadoras nominalmente.

Questionado se ele desrespeitou alguma jogadora, Fred Couto respondeu: "Eu que me senti desrespeitado pela forma como a capitã se expressou, falei em bom tom e ela se exaltou e colocou palavra que não devia, falou que não queria continuar no clube".

Ainda segundo o site 'Onze Minas', as atletas só voltarão a treinar após conversa com o presidente Sérgio Coelho. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Atlético, que informou que na reunião de quinta-feira uma atleta manifestou incômodo com as mudanças no futebol feminino e disse que deixaria o time em solidariedade aos profissionais demitidos. O clube não confirmou o nome da jogadora.

O Galo comunicou que haverá uma reunião na semana que vem entre Sérgio Coelho e as jogadoras do futebol feminino. O clube disse que caberá à gerente da modalidade,  Carol Melo , tomar o melhor encaminhamento dos trabalhos com as jogadoras neste momento, já pensando na próxima temporada.

O Superesportes conseguiu contato com uma atleta do elenco feminino, mas ela preferiu não se manifestar sobre o assunto. De acordo com o 'Onze Minas', não é a primeira vez que Fred Couto se desentende com as jogadoras. Quando foi apresentado como cogestor do futebol feminino, ele teria afirmado que não gostava de atleta baixinha. Isso causou um protesto da equipe antes de um jogo.

O time feminino do Atlético foi derrotado na final do Brasileiro A2 para o Bragantino, nos pênaltis (4 a 2), após empate no tempo normal (0 a 0), na terça-feira (7). Apesar de não conseguir conquistar o título nacional, o time mineiro fez grande campanha e se classificou para a elite do futebol brasileiro no ano que vem. 

Compartilhe