Atlético
1

GALO BI

Atleticanos festejam bicampeonato brasileiro nas ruas de Divinópolis

Torcedores vibraram após a confirmação do título com a vitória de virada em cima do Bahia

postado em 02/12/2021 23:08 / atualizado em 02/12/2021 23:22

(Foto: Amanda Quintiliano/Divulgação)
O bicampeonato do Atlético foi comemorado pelas ruas de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, após a vitória de virada em cima do Bahia, ocorrida  nesta quinta-feira (2/12), em partida adiada e válida pela 32ª rodada do Brasileirão.
 
Com o apito final, soado em Salvador, os torcedores puderam soltar o grito de campeão brasileiro que estava entalado há 50 anos.   https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2021/12/02/noticia_atletico_mg,3950312/historico-atletico-busca-virada-epica-sobre-bahia-e-e-bicampeao-brasileiro.shtml


Em diversos cantos da cidade havia festa, seja em carreatas, residências, em foguetórios ou nos bares. A concentração principal foi no cruzamento das ruas São Paulo e Rio Grande do Sul.
 
Alguns atleticanos que viram o caneco ser levantado em 1971 puderam presenciar mais uma conquista com seus filhos, experiência esta vivenciada por Lúcia Pereira, que herdou o amor pelo Galo do pai. Assim, ela também fez questão de transmitir a paixão para os filhos.
 
"Aqui comigo também está um outro sobrinho, que é todo atleticano. A família, em sua maioria, é atleticana. Hoje é só felicidade. Estamos esperando há muito tempo, sofremos muita humilhação, porque a gente não tinha título, mas agora estamos na Série A", vibrou provocando o rival: "Bicampeão brasileiro e o Cruzeiro está lá na Série B".
 
A felicidade também estava estampada no rosto de Sabrina Pereira, filha de Lúcia. "É amor demais! O meu coração chegou a sair pela boca e hoje, a gente está aqui. Poder comemorar com a minha mãe este título é maravilhoso", comemorou.
 
Já Lucas Morais não viu a primeira conquista, protagonizada por nomes como Dadá Maravilha, Lôla, Vantuir, Grapete e Vanderlei Paiva, mas a gratificação também foi saborosa. "Foram muitos anos esperando por este bicampeonato. Eu tenho 35 anos e não vi o primeiro título. E isso é tudo que os atleticanos esperavam. É gratificante demais ser bicampeão brasileiro. E é muita felicidade. É só festa agora", comemorou.

 

O jogo do título

 
Antes de festejar, o torcedor atleticano viveu todas as emoções possíveis com o jogo disputado na Arena Fonte Nova. Na etapa final, o Bahia, brigando contra o rebaixamento, aproveitou as falhas coletivas da defesa adversária, para abrir um placar de 2 a 0, com gols de Luiz Otávio e Gilberto. 
 
No entanto, o tricolor baiano viu o Atlético virar o marcador em cerca de seis minutos. Primeiro, Hulk diminuiu de pênalti. Na sequência, Keno deu os números finais à partida, com dois gols.
 

Mais uma taça vindo aí?

 
Com o título chegando antecipadamente, somando 81 pontos na tabela de classificação do Brasileiro, o Galo, também campeão mineiro, pode conquistar o terceiro caneco de 2021 ainda neste mês, na decisão da Copa do Brasil, onde enfrenta o Athletico Paranaense, nos dias 12 (no Mineirão) e 15 de dezembro (Arena da Baixada).
 
*Amanda Quintiliano e Marcelo Lopes especial para o EM

Tags: brasileirão Campeonato Brasileiro campeão Galo atleticomg Bi baha