Atlético
1

ATLÉTICO

No Mineirão, atleticanos homenageiam familiares que não viram bi brasileiro

Centenas de pessoas que estiveram na Pampulha levaram cartazes, faixas e fotos de familiares que não puderam ver o clube do coração bicampeão nacional

postado em 05/12/2021 22:05 / atualizado em 05/12/2021 22:39

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D. A Press)

Vovô Ilmar, Tia Dina, Dona Ilza, Marli, Hudson, Orlando, Déia, Angela Bissoli, Roberto Nery, Paulo Daniel, Willy Gonser, Vilibaldo Alves, Hércules Santos. O domingo do atleticano foi de alegria no Mineirão com a festa do título brasileiro, mas também de homenagem. Centenas de pessoas que estiveram na Pampulha na vitória por 4 a 3 sobre o RB Bragantino levaram cartazes, faixas e fotos de familiares que não puderam ver o clube do coração bicampeão nacional.



Antes do jogo da taça, o Atlético homenageou torcedores ausentes. O repórter Hércules Santos, falecido em 2019, e os narradores Vilibaldo Alves e Willy Gonser, que por muitos anos levaram ao público a emoção dos jogos do clube, foram lembrados.

Nas arquibancadas, a emoção bateu forte para muitas famílias. Foi o caso de Stefania Flávia Arcanjo, de 37 anos, de Brumadinho, na Região Metropolitana de BH. Ela foi ao Mineirão pagar uma promessa feita à mãe, que morreu de COVID-19 em 2020.

"Somos uma família de atleticanos e minha mãe era nossa linha de frente. Ela tinha um sonho de ir ao estádio e ver o Galo ser campeão brasileiro. Ano passado, no dia 23 de dezembro, nós a perdermos por causa da COVID-19. Só que antes disso acontecer, ela estava internada na Santa Casa e prometi a ela que faria uma homenagem a ela e ao meu irmão que faleceu de infarto se o Galo fosse campeão. Prometi que estaria no Mineirão. No céu e na Terra, o Galo move montanhas. Estou aqui, com minha irmã. Viemos juntas. Amamos vocês", disse Stefania, que homenageou a mãe, Marli, e ao irmão, Hudson.



Stefania contou que realizou outro sonho no Mineirão na partida do erguimento do troféu de campeão brasileiro. "Consegui aparecer na foto com o Reinaldo, o Rei".

Na foto abaixo, de Reinaldo, postada pelo perfil oficial do Brasileirão, Stefania aparece ao fundo com o cartaz levado para homenagear a mãe, Marli.

Os atleticanos Márcio e Raquel também foram ao Mineirão com um cartaz para homenagear entes queridos que não puderam ver a conquista do Galo. Foram os casos do Vovô Ilmar, da Tia Dina e Dona Ilza. "Teve festa no céu também", disse Márcio à reportagem.

(Foto: Arquivo pessoal)



Tags: galo galeria atlético mineirão título homenagem bicampeão fotos parentes perdas imagens conquista familiares homenagens ausentes entes volta olímpica seriea covid ramon lisboa ergue a taça