Atlético
1

BRIGA

Finalistas da Copa do Brasil, Atlético e Furacão serão julgados no STJD

Clubes correm risco de perder mando de campo por causa de briga entre torcedores. Punição só vale para o Brasileiro de 2022

postado em 07/12/2021 21:20 / atualizado em 07/12/2021 22:05

(Foto: Reprodução/DAZN)

Finalistas da Copa do Brasil, Atlético e Athletico têm julgamento marcado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta sexta-feira, a partir das 11h. Os clubes foram denunciados por confusão ocorrida entre os torcedores no jogo que terminou com triunfo alvinegro por 1 a 0, gol de Zaracho, em 16 de novembro, na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. Veja, abaixo, o vídeo com imagens do tumulto.

O Galo e o Furacão foram denunciados no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata o caso da seguinte maneira:

"Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir:

I desordens em sua praça de desporto

§ 1º Quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial. (NR).

§ 2º Caso a desordem, invasão ou lançamento de objeto seja feito pela torcida da entidade adversária, tanto a entidade mandante como a entidade adversária serão puníveis, mas somente quando comprovado que também contribuíram para o fato. (NR)".



A punição prevista é de multa no valor de R$ 100 a R$ 100 mil, além da perda de mando de campo. Essa possibilidade, no entanto, não afetaria a decisão da Copa do Brasil, pois, de acordo com o regulamento geral de competições da CBF, a pena valeria para torneios da mesma 'natureza'. Ou seja, eventual sanção seria paga em jogos dos clubes pelo próximo Campeonato Brasileiro, em 2022.

Atlético e Furacão começam a decisão da Copa do Brasil no domingo, 12, às 17h30, no Mineirão. O jogo da volta, o da finalíssima, sera em 15 de dezembro, às 21h30, na Arena da Baixada. Galo e Athletico brigam pelo bicampeonato do torneio, mas ambos já estão assegurados na Libertadores do próximo ano. O alvinegro foi campeão brasileiro, enquanto o rubro-negro paranaense ergueu a taça da Copa Sul-Americana. 

A confusão


O jogo em Curitiba, válido pela 33ª rodada do Brasileiro, foi paralisado pelo árbitro por cerca de dois minutos, logo no começo do segundo tempo. As duas torcidas entraram em confronto nas cadeiras, o que levou à interrupção da partida e intervenção dos agentes de segurança. Os torcedores dos dois clubes estavam separados por uma proteção de vidro no estádio, mas houve aproximação e troca de agressões. A situação chegou a preocupar pela demora na chegada do reforço policial.

Em campo, o Atlético venceu com gol do armador Zaracho, no fim do primeiro tempo, em assistência de Keno após jogada com a participação de Hulk. O Galo se aproveitou do fato de o Athletico ter poupado os titulares para a decisão da Copa Sul-Americana, dias depois, em Montevidéu. Com o triunfo, o alvinegro ficou mais perto do título do Brasileiro, o que foi confirmado na quinta-feira, 2 de dezembro, na virada incrível diante do Bahia, na Fonte Nova. 

Tags: galo torcida torcedores furacão stjd briga curitiba copadobrasil atleticomg interiormg futnacional atleticopr arena da baixada seriea