UAI

2

Turco tem apenas dois pontas de origem à disposição no Atlético

Keno e Vargas estão lesionados, com problemas musculares; Savarino, antigo titular, foi vendido ao Real Salt Lake, dos Estados Unidos

17/05/2022 14:45
compartilhe
Savinho (esq.) e Ademir são os únicos pontas de origem à disposição do Atlético, mas ambos rendem mais do lado direito do campo
foto: Montagem com imagens de Bruno Sousa e Pedro Souza/Atlético

Savinho (esq.) e Ademir são os únicos pontas de origem à disposição do Atlético, mas ambos rendem mais do lado direito do campo


Com as recentes baixas no ataque do Atlético, o técnico "El Turco" Mohamed tem apenas dois pontas de origem à disposição. Dos jogadores de beirada, com características de velocidade e habilidade no um contra um, somente Ademir e Savinho podem ser escalados pelo treinador argentino.
 
 

Nos últimos dois jogos, contra RB Bragantino (1 a 1) e Atlético-GO (2 a 0), o Atlético foi escalado com quatro meio-campistas e dois homens de frente. No entanto, a configuração que se vê em campo tem o argentino Matías Zaracho quase como um ponta-direito, aberto pelo lado do campo e como figura ativa no terço final.

Keno, que havia sido titular nos dois últimos compromissos na ponta esquerda, sofreu nova lesão e voltou a ser desfalque para o clube mineiro. A tendência para o jogo com o Independiente del Valle, portanto, é que o substituto imediato Ademir ganhe a vaga no ataque.

Apesar disso, a entrada do velocista exige mudanças na configuração em campo, já que o jogador rende mais aberto pelo lado direito. Nesse sentido, o polivalente Zaracho deve ser deslocado para a faixa esquerda do ataque. Além de Ademir, a única outra opção de um ponta disponível para Turco é o jovem Savinho, de 17 anos, que também prefere atuar pelo lado direito do campo.

 

Fotos do Manto da Massa III, do Atlético

 


O jovem meia Rubens, por sua vez, foi acionado como ponta na vitória atleticana por 1 a 0 sobre o Athletico-PR e ganhou elogios do treinador. O centroavante Eduardo Sasha também já foi utilizado na função e surge como mais uma alternativa de improvisação, mas é outro que corre por fora na disputa.

Baixas recentes no Atlético


Além de Keno, o Atlético também perdeu o chileno Eduardo Vargas por lesão muscular. Com Mohamed, o atacante foi diversas vezes acionado como um ponta pela esquerda e vinha rendendo bem.

As vendas recentes também deixaram o Galo carente nas beiradas. Figura frequente no time titular, o venezuelano Jefferson Savarino foi vendido ao Real Salt Lake, dos Estados Unidos. O jovem colombiano Dylan Borrero, que foi utilizado aberto no ataque por Turco, também foi vendido (para o New England Revolution, dos Estados Unidos).
 
 

Quem também está próximo de deixar o clube mineiro é o jovem Savinho. Ele deve ser negociado com o Grupo City, que administra o Manchester City, da Inglaterra, em transferência que terá alcance máximo de R$ 72 milhões.

Se, por um lado, as baixas se transformam em "dor de cabeça" para o técnico do Atlético, uma nova contratação está próxima de ser concretizada. Trata-se do ponta argentino Cristian Pavón, de 26 anos, que tem pré-contrato assinado com o Galo e foi elogiado por Zaracho em entrevista nesta terça-feira (17).

Compartilhe