UAI

2

CBF divulga áudios de Atlético x São Paulo sem conversa de Hulk e Daronco

Veja como foram as conversas do árbitro da partida com a cabine do VAR nos três lances checados de possíveis penalidades a favor do Galo

18/07/2022 18:16
compartilhe
Hulk ficou na bronca com Daronco, mas conversa não foi divulgada pela CBF
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Hulk ficou na bronca com Daronco, mas conversa não foi divulgada pela CBF


Depois de uma semana, a CBF finalmente divulgou os áudios da conversa do árbitro Anderson Daronco com Adriano Milczvski, árbitro de vídeo no empate do Atlético com o São Paulo, no Mineirão, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo deixou o campo na bronca com a arbitragem e cobrou a marcação de três pênaltis no jogo.

Atlético 0 x 0 São Paulo: fotos do jogo no Mineirão pelo Brasileiro (10/7/2022)




A CBF não divulgou vídeo sobre a polêmica fala de Daronco a Hulk durante a partida. O jogador do Galo relatou que foi ameaçado pelo árbitro no Mineirão. "Toma cuidado com o que você vai falar depois. Ah, então tá bom, não é o meu último jogo". O clube alvinegro divulgou um vídeo para comprovar as declarações do atacante.

Veja análises do VAR

O primeiro lance analisado pelo VAR envolve os zagueiros Igor Rabello, do Atlético, e Miranda, do São Paulo. O atleta do Tricolor agarra o adversário na área, mas solta rapidamente. Veja como foi a análise do VAR.

Daronco: "Ele passa a bola de peito tranquilamente", disse o árbitro ainda com a bola em jogo. 

VAR: "Para mim, não tem impacto nenhum". 

Quando a bola sai para lateral, Daronco chama Adriano. "Adriano, para mim é normal lá".

Adriano Milczvski responde: "Ok, Daronco, perfeito. Tem a disputa lá, mas não tem impacto nenhum dos braços do defensor no atacante".

Segundo lance

O segundo, e mais polêmico, lance de pedido de pênalti, envolve a chegada de Miranda em Hulk, que penetrava a área em velocidade. Veja como foi a conversa.

Daronco: "Para mim, ele tira a bola. E aí, Adriano, posso continuar?"

Adriano Milczvski: "Ainda não, aguarde".

Daronco: "Para mim, o defensor toca a bola".

Adriano conversa com outros auxiliares do VAR: "Ele toca na bola né? O atacante toca antes na bola".

Uma terceira pessoa, do campo, pergunta ao árbitro de vídeo: "Qual o feedback, Adriano. Segue ou continua checando?"

Adriano responde: "Calma. Checando, gente, já falei. Aguarde um minuto, é um lance fino, por favor".

Outro árbitro da cabine do VAR: "Quem toca antes é o Fred (confundiu o atacante do Galo com o ex-jogador do Fluminense). Tem a trava, mas quem toca antes é o atacante".

Daronco, em campo. "Para mim o Miranda chuta a bola".

Adriano: "Só que ele força em cima do Miranda também. Ele força. Para mim, é um choque de jogo. Ele toca a bola, mas tem o encontrão".

Daronco: "E aí, Adriano, para mim o defensor toca na bola. Ele não toca na bola?"

Adriano: "Daronco, quem toca primeiro na bola na bola é o atacante, só que o atacante força em cima do defensor. É um choque de jogo. Quem toca primeiro na bola é o atacante, mas depois o choque é inevitável. É uma disputa por espaço, ok?". 

Terceira análise

Após cobrança de escanteio, Igor Rabello cabeceia e a bola toca no braço de Luizão. 

Na cabine do VAR, um integrante avisa: "Possível mão, checando".

No gramado, Daronco fala com os jogadores: "Eu não vejo onde toca a bola. Calma".

Adriano: "Aguarde Daronco, checando".

Adriano após a análise: "Daronco, Adriano falando. O atacante cabeceia a bola no braço do defensor, porém o defensor não amplia o espaço corporal, não tem bloqueio. Movimento natural de jogo".

Contratações dos times da Série A para o segundo semestre



Compartilhe