Ceará

CEARÁ

Adilson Batista é o novo técnico do Ceará

Último trabalho do treinador foi no América, em 2018

postado em 02/10/2019 20:40 / atualizado em 02/10/2019 20:51

<i>(Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Pres)</i>
O Ceará oficializou nesta quarta-feira a contratação do técnico Adilson Batista, de 51 anos. Ele sucederá Enderson Moreira, demitido nessa terça-feira. Bicampeão mineiro (2008/2009) e vice-campeão da Copa Libertadores de 2009 pelo Cruzeiro, o treinador paranaense estava sem clube desde a sua passagem pelo América, em 2018.

“É raça, suor na camisa e sangue no olho. Bem-vindo, professor”, postou o Ceará em suas redes sociais para anunciar a contratação de Adilson Batista.


O novo técnico do Vozão chega à capital cearense nessa quinta-feira e já comanda o treino, à tarde, no CT de Porangabuçu. NO clube, ele será auxiliado por Cyro Garcia.

"Estou extremamente lisongeado com o convite do presidente Robinson por se tratar de um grande clube como o Ceará, o time do povo, de massa. Quero abraçar essa torcida maravilhosa para que, juntos, consigamos nossos objetivos. Nesse caminho que temos que trabalhar. Peço confiança e respaldo para que a gente consiga o que foi estabelecido para essa temporada", assegurou Batista.  

Enderson foi demitido depois de o Ceará acumular sete jogos sem vitória. O último triunfo foi em 10 de agosto, por 4 a 1, sobre a Chapecoense, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desde então, o time acumulou cinco derrotas e dois empates.

Adilson Batista terá a missão de evitar o rebaixamento do Ceará na Série A. O Vozão é o 15º colocado, com 23 pontos, e tem como principais concorrentes Fortaleza (25), seu rival, Vasco (25), Fluminense (22), Cruzeiro (19), CSA (19), Chapecoense (16) e Avaí (16).

O treinador chegou ao América em 24 de julho do passado com a mesma missão, mas acabou demitido a cinco rodadas do fim do campeonato. Ele deixou o Coelho na 18ª colocação. Ele comandou o Coelho em 19 partidas, com quatro vitórias, oito empates e sete derrotas - 35,08% de aproveitamento. Foram 12 gols marcados e 17 sofridos.

À época, Givanildo foi contratado para suceder Adilson no América, mas ele não conseguiu evitar o rebaixamento. Na reta final, somou duas vitórias e três derrotas.

Adílson Dias Batista
Nascimento: 16/03/1968 (51 anos)
Naturalidade: Adrianópolis/PR
Clubes: Mogi Mirim/SP, América/RN, Avaí/SC, Paraná/PR, Grêmio/RS, Paysandu/PA, Sport/PE, Figueirense/SC, Iwata (Japão), Cruzeiro, Corinthians/SP, Santos/SP, Athletico/PR, São Paulo/SP, Atlético/GO, Figueirense/SC, Vasco/RJ, Joinville/SC, América e Ceará/CE.

Tags: cruzeiroec americamg seriea brasileiro mercadobola interiormg