Cruzeiro

CRUZEIRO

Em dia de reunião com Gilvan, Mattos anuncia saída do Cruzeiro em entrevista na Toca II

Emocionado, diretor se despediu do clube celeste e não falou do futuro

postado em 09/12/2014 15:57 / atualizado em 09/12/2014 18:13

Luiz Martini /Superesportes , Gilmar Laignier /Superesportes , Tiago Mattar /Superesportes

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press.
O ponto final da passagem de Alexandre Mattos pelo Cruzeiro foi dado nesta terça-feira. Apesar de apelos da torcida e dos jogadores, o diretor se reuniu com o presidente Gilvan de Pinho Tavares na sede do clube, no Barro Preto, e acertou que deixará a Raposa em 2015. Ele comunicou que fica no cargo até o dia 31 de dezembro. Horas depois, Mattos concedeu entrevista coletiva na Toca da Raposa II para anunciar seu futuro. Emocionado, o dirigente não quis confirmar seu destino, embora a ida para o Palmeiras seja assunto confirmado nos noticiários.O clube paulista promove uma reformulação em seu comando de futebol após quase ser rebaixado este ano.

“Hoje conversei com o presidente bastante, analisei tudo que vem acontecendo nos últimos dois anos que estou à frente do Cruzeiro e vou encerrar meu ciclo neste primeiro momento no dia 31 de dezembro de 2014. Acho que foi um trabalho, uma intensidade, um volume, um dinamismo, uma paixão muito grande”, disse.

O Superesportes foi à sede do Cruzeiro para acompanhar as repercussões do encontro de Mattos e Gilvan. Porém, o diretor deixou o local em silêncio e conversou mais tarde com a imprensa, já no CT celeste. A especulação sobre a saída do executivo rendeu nos noticiários de Minas e São Paulo nos últimos dias.

A tendência é que Mattos concretize os últimos negócios em andamento pelo Cruzeiro, para depois focar no outro “Palestra”, que fica em São Paulo. A possível venda de Lucas Silva ao Real Madrid é um dos assuntos em pauta.

O projeto oferecido pelo presidente Paulo Nobre, com liberdade para contratações e bastidores do clube foi algo que pesou na escolha do dirigente, além da valorização salarial. O Palmeiras estreou sua nova arena este ano e pretende colher frutos positivos depois de passar pelo susto do descenso. O mandatário palmeirense concede entrevista nesta tarde e deve falar sobre o diretor.

Ainda sem saber da notícia, o meia Everton Ribeiro, eleito pela segunda vez o melhor jogador do Campeonato Brasileiro, comentou a importância de Mattos nos bastidores do clube.

“Eu gostaria que ele ficasse. Ele fez um esforço tremendo para eu vir ao Cruzeiro. Ele cobra, mas batalha pela gente também. Sempre quando a gente faz uma reivindicação, ele corré atrás. É um cara que eu gostaria que ficasse. Ele faz um grande trabalho”, disse Everton à TV Bandeirantes.

Histórico de Mattos na Toca


Contratado em março de 2012 para substituir Dimas Fonseca e apagar a péssima impressão do fim da temporada anterior, Mattos teve méritos na montagem do grupo que ajudou a melhorar o futebol celeste. O trabalho em conjunto com o técnico Marcelo Oliveira trouxe resultados, principalmente com as conquistas de dois campeonatos brasileiros e um estadual.

A ousadia nos negócios foi um dos pontos relevantes da passagem do diretor pela Toca da Raposa. Na “gestão Mattos", o Cruzeiro contratou 40 jogadores. Ele fechou quatro das cinco aquisições mais caras da história do clube: o zagueiro Dedé (R$ 14 milhões), o atacante Willian (R$ 10,5 milhões), o zagueiro Manoel (R$ 7,5 milhões) e o atacante Dagoberto (R$ 7 milhões). A contratação de Sorín, em 2000, por R$ 9,4 milhões, integra o top5.

Aos 38 anos, Alexandre Mattos é formado em administração, com MBA em gestão esportiva. Ele passou sete anos no América, para depois integrar o departamento de futebol do Cruzeiro.

Veja algumas declarações de Mattos na entrevista concedida na Toca da Raposa:


Fim do ciclo

"Convoquei essa entrevista para encerrar essas especulações. Conversei com o presidente e resolvi que vou encerrar meu ciclo no clube no dia 31 de dezembro. Foram momentos de intensidade, volume, dinamismo e uma paixão muito grande. Por último, gostaria de agradecer muito, todos que me acompanharam nessa jornada, nessa aventura que foi resgatar o Cruzeiro"

Balanço do trabalho

"Foi um trabalho com uma intensidade, um volume, um dinamismo, uma paixão muito grande que busquei implementar no Cruzeiro. O clube vinha atravessando momento de muita dificuldade, de uma renovação política, de dificuldade econômica e, juntamente com uma equipe enorme, conseguimos buscar esses dois títulos nesse ciclo"


Futuro do dirigente

"Tem algumas situações que estou pensando sobre vida pessoal, se continuarei no futebol ou se darei outro sentido. Vou analisar isso posteriormente. Repito que fico até o dia 31 de dezembro e esse ciclo tem essas duas semanas para as coisas se fecharem"

"Temos que lembrar que já são 10 anos direto em Belo Horizonte. Sete no América, agora esses três no Cruzeiro, chega uma hora que a gente tem que analisar tudo no entorno, analisei um contexto, já há um tempo vinha formatando uma ideia de criar novos desafios. Fiz meu papel de maneira digna, correta, com muita transparência, muito amor, chega uma hora de colocar isso tudo num outro projeto, num outro desafio, foi um conjunto de fatores que me levaram a tomar essa decisão"

"Temos que lembrar que já são 10 anos direto em Belo Horizonte. Sete no América, agora esses três no Cruzeiro, chega uma hora que a gente tem que analisar tudo no entorno, analisei um contexto, já há um tempo vinha formatando uma ideia de criar novos desafios. Fiz meu papel de maneira digna, correta, com muita transparência, muito amor, chega uma hora de colocar isso tudo num outro projeto, num outro desafio, foi um conjunto de fatores que me levaram a tomar essa decisão"


Futuro do Cruzeiro

"As negociações estão caminhando da maneira natural, algumas já têm algum tempo. O Cruzeiro é bicampeão brasileiro, estamos tentando agregar valor e jogadores que realmente venham para acrescentar bastante. Leva um tempo, mas as coisas estão caminhando bem, vão se desenvolver naturalmente e quem sabe ainda este ano teremos novidades"

Possível retorno

"Não tenho arrependimento nenhum, fiz meu melhor, durmo toda noite com a consciência tranquila. Errei muito também, a gente pede desculpa por errar, somos todos humanos, mas saio daqui com a sensação de dever cumprido. Fico só devendo para a torcida o Mundial, que é o grande sonho do torcedor cruzeirense e vou torcer muito para que ele conquiste no ano de 2015. Não tenho dúvida que se um dia Deus permitir, quem sabe um retorno para pagar essa dívida"

{'id_site': 1, 'imagem_destaque': 'ns1/app/foto_126510467054/2014/12/09/6285/20141209163510693939o.jpg', 'id_content': 3005226L, 'url': 'https://www.mg.superesportes.com.br/app/fotos/futebol/cruzeiro/2014/12/09/galeria_cruzeiro,6285/imagens-de-alexandre-mattos-no-dia-em-que-anunciou-despedida.shtml', 'titulo_destaque': 'Imagens de Alexandre Mattos no dia em que anunciou despedida', 'id_pk': 6285L, 'id_conteudo': 3005226L, 'id_aplicativo': 11, 'meta_type': 'foto', 'titulo': 'Imagens de Alexandre Mattos no dia em que anunciou despedida', 'id_treeapp': 151, 'descricao_destaque': 'Diretor deixa o Cruzeiro com discurso de novos desafios e deve assumir futebol no Palmeiras', 'schema': 'foto_126510467054'}

Tags: palmeiras saida mattos cruzeiro