Cruzeiro

CRUZEIRO

Barcos perde pênalti, Cruzeiro não aproveita chances e é derrotado pelo São Paulo no Mineirão

Foi o segundo revés seguido do clube celeste no Campeonato Brasileiro

postado em 29/07/2018 17:49 / atualizado em 29/07/2018 19:37

Juarez Rodrigues/EM/D.A. Press
O Cruzeiro bem que tentou, voltou a criar oportunidades de gol, mas viu o São Paulo ser muito mais eficiente e vencer o jogo por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Mineirão. No segundo tempo, quando a Raposa ainda perdia por apenas um gol de diferença, o atacante Hernán Barcos desperdiçou pênalti sofrido por Arrascaeta. Diego Souza no primeiro tempo e Everton na etapa final definiram o placar para o Tricolor nas únicas chances dos paulistas no Gigante da Pampulha.

Com a segunda derrota consecutiva na Série A (na última rodada a equipe também perdeu por 2 a 0 para o Corinthians), o Cruzeiro caiu duas posições na tabela. Agora é o 8º colocado, com 24 pontos. O São Paulo, por sua vez, atual vice-líder, segue na cola do Flamengo pela primeira posição. 

Depois dos compromissos pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro agora muda a chave e se concentra na disputa da Copa do Brasil. O time celeste visita o Santos na Vila Belmiro, na quarta-feira, às 19h30, no jogo de ida das quartas de final do torneio nacional. O próximo compromisso pela Série A está marcado para domingo, às 16h, contra o Vitória, em Salvador. Já o São Paulo tem duelo contra o Colón, na quinta-feira, às 19h30, no Morumbi. 


Sem Thiago Neves e Robinho, seus principais articuladores no meio-campo, o Cruzeiro iniciou a partida no Mineirão buscando atacar pelas beiradas. Tentou as primeiras vezes com jogadas iniciadas por Arrascaeta e Egídio, pela esquerda, e depois com Rafinha e Edilson, pela direita – foram 11 bolas levantadas na área. Embora tenha dominado a posse de bola na primeira metade do tempo inicial (cerca de 65%), o time celeste não conseguiu levar muito perigo ao gol de Sidão. O lance de maior destaque foi de bola parada. Aos 25', Edilson cobrou falta de longe e Sidão espalmou.

Da maior jogada de perigo do Cruzeiro, porém, saiu o gol do São Paulo. Mancuello não aproveitou a sobra dada pelo goleiro são-paulino e devolveu a bola para a zaga do Tricolor em cruzamento errado. Em rápido contra-ataque, Reinaldo lançou Rojas, que tabelou com Everton nas costas de Edilson, pelo lado esquerdo. Na linha de fundo, o ex-jogador do Flamengo encontrou Diego Souza livre de marcação na área. Aos 26', o atacante dominou e, com frieza, colocou a bola no fundo das redes do gol de Fábio. 1 a 0. A intensidade cruzeirense diminuiu ainda mais depois do tento sofrido.

Em desvantagem no placar e precisando agredir o São Paulo no Mineirão, o Cruzeiro voltou para o segundo tempo com o atacante David na vaga de Rafinha. A estratégia de partir para o ataque gerou uma boa jogada logo aos 8'. Arrascaeta recebeu na área e conseguiu finalizar na frente de Sidão, que realizou importante defesa. Para reforçar os momentos ofensivos do time, Mano ainda substituiu Mancuello por Raniel aos 12'. E foi ele o responsável por iniciar uma lance de muito perigo aos 20'. O jovem, de 20 anos, tocou para Barcos dentro da área, que escorou para Arrascaeta quase marcar. A bola raspou a trave esquerda de Sidão. 

A pressão do Cruzeiro se intensificou. Sete minutos depois de quase marcar, o uruguaio voltou a entrar na área, mas desta vez foi parado pelo zagueiro Anderson Martins. O árbitro Wagner Nascimento Magalhães marcou pênalti. Na cobrança, Hernán Barcos acertou o travessão e desperdiçou a chance do empate.  Se de um lado a Raposa não conseguiu ser eficiente nas finalizações, de outro o São Paulo soube muito bem aproveitar. Aos 33', em rápido contra-ataque, o Tricolor ampliou o marcador. Livre de marcação, Everton recebeu de Reinaldo na pequena área e marcou. 2 a 0.

Embora tenha seguido no campo de ataque buscando diminuir o placar, o Cruzeiro não conseguiu criar mais chances claras. Essa foi a segunda derrota da equipe celeste no Campeonato Brasileiro. Foi também a primeira vez no ano que o time perdeu dois jogos seguidos por placares com dois gols de diferença.

CRUZEIRO 2X0 SÃO PAULO

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Rafinha (David), Mancuello (Raniel) e Arrascaeta; Barcos. Técnico: Mano Menezes

São Paulo
Sidão, Araruna, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Liziero e Nenê (Bruno Peres); Everton, Rojas e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

Gols: Diego Souza (aos 26'1ºT) e Everton (aos 33'2ºT)
Cartões amarelos: Ariel Cabral, Edilson (Cruzeiro)

Público presente: 26.800
Público pagante: 21.566
Renda: R$641.978,00

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 29/07/2018 (domingo), às 16h
Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (FIFA/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (FIFA/RJ)

Tags: cruzeiro saopaulosp interiormg seriea derrota