Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano Menezes exalta atuação do Cruzeiro em 'jogo mais importante do semestre'

Treinador voltou a garantir que 'time está de volta' após atuações irregulares

postado em 05/06/2019 22:52 / atualizado em 06/06/2019 01:29

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)</i>
Mano Menezes voltou a mostrar satisfação pela exibição do Cruzeiro no empate por 2 a 2 com o Fluminense, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. Com o resultado no tempo normal, a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil foi garantida em vitória na disputa por pênaltis. Em entrevista coletiva após o jogo em Belo Horizonte, o treinador analisou os 90 minutos e voltou a 'sentenciar' a volta do bom futebol após uma série de atuações irregulares.





“Estudamos o jogo no primeiro tempo, qual era a proposta, o que estavam tentando executar. Hoje tinham jogadores diferentes do que jogaram o duelo de ida. Dois ou três. O segundo tempo foi melhor, um pênalti, uma virada, um pênalti perdido. Precisávamos, de novo, voltar a jogar bem. E aí ser merecedor de passar. Futebol é tão duro que poderíamos ter sido eliminados com dois gols nos últimos dois minutos. No Maracanã e aqui”, disse.

“O torcedor quase que durante o tempo todo foi brilhante, foi brilhante no momento de dificuldade e isso que sustenta uma equipe. Levamos essa classificação nas penalidades máximas, foi até muito parecido do jogo contra o Grêmio, o que tornou tudo ainda mais tenso. Mas fico contente. O Cruzeiro está de volta. Eu já disse no domingo. Agora, confirmamos num jogo de mata-mata, a gente volta a render bem num momento crucial. Esse era o jogo mais importante do primeiro semestre. Se tornou. Das metas todas que traçamos, só estamos devendo no Campeonato Brasileiro”, complementa.

Ainda que tenha alcançado classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Cruzeiro chegou ao sétimo jogo seguido sem vitória. Durante a entrevista coletiva, o treinador também foi questionado, justamente, sobre essa diferença de atuações em torneios mata-matas e por pontos corridos. 

“(Copeiro) é um elogio. Um time que é considerado copeiro é porque esteve em momentos decisivos, chega, ganha, às vezes nem jogando um futebol tão brilhante. Daí que surge o elogio. O Cruzeiro ao longo do tempo construiu essa trajetória, não é só de agora. Na América Latina, é considerado um time de chegada e, por isso, respeitado. Temos um grupo na mão que está acostumado a esses momentos, que sabe passar por eles”, analisou.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definirá, em sorteio na próxima segunda-feira, o adversário do Cruzeiro nas quartas de final da Copa do Brasil. O time celeste, dono de seis troféus da competição, é também o atual bicampeão do torneio mata-mata. 

Já pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Cruzeiro é diante do Corinthians, no sábado, dia 8, às 19h, no Mineirão. Depois do duelo contra os paulistas, a Raposa tem pela frente o Fortaleza, em 12 de junho (quarta-feira), às 21h, no Castelão. Esse será o último jogo da equipe antes da parada para a disputa da Copa América.

Tags: futnacional seriea interiormg cruzeiro