Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano explica perda de espaço de Fred no Cruzeiro, mas descarta abrir mão do atacante

Centroavante foi reserva nos duelos contra Atlético e Botafogo

postado em 15/07/2019 10:29 / atualizado em 15/07/2019 10:52

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)</i>

Fred perdeu espaço no Cruzeiro. Nos dois jogos desde a retomada do calendário do futebol brasileiro, ele foi reserva em todos. Na goleada sobre o Atlético (3 a 0), pela Copa do Brasil, e no empate com o Botafogo (0 a 0), pelo Campeonato Brasileiro, o centroavante entrou durante as partidas.

Mano Menezes acredita que o esquema com mais meias em campo dificulta o encaixe de Fred. Assim, quando Robinho, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel jogarem, dificilmente o centroavante terá espaço. Para o treinador, Fred pode receber mais oportunidades quando o Cruzeiro atuar com jogadores de velocidade pelos flancos, como Pedro Rocha e David.

"Quando nós tivermos dois jogadores pelo lado, dois jogadores de profundidade, como tivemos hoje com Pedro Rocha e David, nós podemos ter um jogador como Fred mais vezes. Com passagens pelo lado e velocidade, e o Fred pode fazer o pivô, trabalhando os jogadores em diagonal na saída do centroavante", frisou.

"Quando tivermos mais meias, como usamos contra o Atlético, com Robinho, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves, talvez nós tenhamos que ver mais vezes um jogador de profundidade, de velocidade como nós vimos, porque a gente ressente desta passagem. Mas a gente não abre mão de ninguém, não podemos abrir mão de jogadores importantes como o Fred, temos que saber aproveitar bem, é isso que vamos tentar fazer", acrescentou.

A tendência é que Fred seja reserva no duelo decisivo entre Atlético e Cruzeiro, nesta quarta-feira, às19h15, no Independência, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

As fases do centroavante


Fred começou a temporada em alto nível. Ele foi o artilheiro do Campeonato Mineiro, com 12 gols. Marcou, inclusive, o gol do título sobre o Atlético na finalíssima. Na Copa Libertadores, ele balançou as redes quatro vez, duas a menos que o matador Marco Ruben, do Athletico-PR.

A fase de Fred mudou com uma velocidade impressionante. De goleador, ele passou a ter dificuldade em encontrar o gol. O último tento dele com a camisa do Cruzeiro foi marcado no dia 23 de abril na vitória celeste sobre o Deportivo Lara, da Venezuela por 2 a 0, pela Copa Libertadores.

Contestado por torcedores


Fred passou a ser contestado com mais veemência por torcedores do Cruzeiro quando declarou seu amor ao Fluminense no encontro entre os clubes pela Copa do Brasil. Ele, que já não vinha bem em campo, deu uma declaração que foi considerada infeliz.

Amo o Fluminense, mas estou no Cruzeiro e tenho que fazer gol sempre. Toda vez que enfrento o Fluminense é diferente. Quando olho para a torcida, penso que temos uma relação íntima, por tudo que vivi aqui. Essa gratidão deles me enche de satisfação”, disse o atacante, em entrevista ao Lance!.

Dívida do Cruzeiro


O Cruzeiro está em débito com o centroavante. O agente Francis Melo, responsável por assessorar e gerir a carreira de Fred, confirmou que o Cruzeiro tem sim dívidas de direito de imagem com o atleta. Ele afirmou ainda que valores relativos à comissão pela transferência do jogador também estão pendentes.

O Cruzeiro também resolve na Justiça uma dívida entre Fred e Atlético, da qual o clube é responsável solidário pela quitação do valor. O juiz Adriano Marcos Soriano Lopes, da 13ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, concedeu liminar suspendendo o processo arbitral que condenou o atacante a pagar R$ 10 milhões por causa da transferência direta do clube alvinegro para o maior rival. O Atlético vai recorrer.

Tags: fred mano cruzeiroec