Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro é goleado pelo Santos e terá que secar o Fluminense para não voltar à zona de rebaixamento do Brasileiro

Falta futebol ao time de Abel Braga, que foi presa fácil para o Santos, neste sábado, na Vila Belmiro

postado em 23/11/2019 22:59 / atualizado em 24/11/2019 02:53

 

(Foto:  Ivan Storti/Santos FC)

O Cruzeiro vai precisar de muita sorte e da incompetência dos adversários diretos para continuar na elite do futebol brasileiro em 2020. Falta futebol ao time de Abel Braga, que foi presa fácil para o Santos, neste sábado, na Vila Belmiro, em jogo da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista venceu por 4 a 1.

A Raposa até conseguiu abrir o placar, com Orejuela, aos 13 minutos do primeiro tempo. O Santos, contudo, sempre teve maior posse de bola e mais volume ofensivo. A virada era questão de tempo. Eduardo Sasha, na etapa inicial, e Marinho, Soteldo e Pituca, no segundo tempo, fizeram os gols do time paulista.

Individualmente, uma noite para ser esquecida pelo lateral-esquerdo Egídio, o pior em campo. Ele comprometeu na defesa e foi nulo ofensivamente. De forma geral, o time celeste pouco funcionou. O único destaque positivo foi o lateral Orejuela.

O Cruzeiro agora precisará secar o Fluminense para não entrar na zona de rebaixamento - clique aqui e confira a classificação. O time carioca enfrenta o CSA na segunda-feira, às 20h, no estádio Rei Pelé. Em caso de empate, o Flu iguala a equipe celeste com 36 pontos e ultrapassa no número de vitórias: 9 x 7.   

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara o CSA no Mineirão, na quinta-feira, às 21h30. O time alagoano também luta para não ser rebaixado.



Início movimentado


Desde os primeiros minutos, o Cruzeiro mostrou fragilidade do lado esquerdo. Foi por este setor que o atacante Marinho aprontou para cima de Egídio. A primeira chance efetiva ocorreu aos 8 minutos, quando Sánchez cruzou para Eduardo Sasha, que desviou sem muita força. Fábio defendeu.

O Cruzeiro marcou de forma muito recuada e tentou sair com toques rápidos para o ataque. Quando construiu uma boa jogada, o time celeste abriu o placar. Aos 13 minutos, Thiago Neves tocou para Orejuela, que invadiu a área e chutou bonito de canhota, no canto direito do goleiro Everson: 0 a 1.

Mas a ventagem celeste durou pouco. Forçando pelo lado esquerdo da defesa do Cruzeiro, o Santos empatou o jogo. Aos 22 minutos, Marinho tocou para Pará, que emendou para Sánchez. O uruguaio cruzou e Evandro, livre, escorou para Sasha. O camisa 27 do Santos bateu de primeira e guardou: 1 a 1.

Recuado e com pouco menos de 40% de posse de bola, o Cruzeiro teve apenas duas finalizações certas em todo primeiro tempo. Além do gol, a Raposa acertou o alvo em cobrança de falta de Thiago Neves, aos 36 minutos. O Santos chegou a balançar as redes novamente, porém Vuaden marcou impedimento na jogada.

Cruzeiro perde e se complica


O segundo tempo começou com o Santos pressionando o Cruzeiro. A defesa celeste não conseguiu parar o ataque veloz do time paulista, que marcou outros três gols. Os destaques do jogo foram Marinho e Soteldo, cada um em uma ponta do campo.

O Cruzeiro até tentou responder criando uma boa chance com Robinho. Aos 14 minutos, ele recebeu dentro da área, mas demorou a bater. Cortou a marcação e mandou a bola em cima de outro defensor.

O lado esquerdo da defesa do Cruzeiro continuou problemático. Foi por lá que o Santos virou o jogo. Aos 14', Marinho ganhou de Egídio na velocidade, levou para o meio, limpou o lateral cruzeirense e chutou no canto de Fábio: 2 a 1.

Desarrumado na defesa, o time celeste ficou entregue em campo. Em várias oportunidades, o ataque do Santos iludiu facilmente o Cruzeiro.

Aos 19', Marinho tocou para Sánchez, que cruzou rasteiro. Sasha deixou passar e Soteldo mandou para as redes: 3 a 1. No fim, o Santos ainda encontrou o quarto gol. Aos 44 minutos, Pituca recebeu cruzamento de Evandro nas costas da marcação e só empurrou para as redes: 4 a 1.

SANTOS 4 X 1 CRUZEIRO


SANTOS
Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jonatan (Luan Peres); Alisson, Carlos Sánchez e Evandro; Marinho, Eduardo Sasha (Pituca) e Soteldo (Jorge)
Técnico: Jorge Sampaoli

CRUZEIRO
Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique e Éderson; Robinho (Ezequiel), Thiago Neves (Marquinhos Gabriel) e David; Sassá (Joel)
Técnico: Abel Braga

Gols: Orejuela (Cruzeiro) e Eduardo Sasha, Marinho, Soteldo e Pituca (Santos)

 


Cartões amarelos: Gustavo Henrique e Marinho (Santos) e Egídio (Cruzeiro)

Motivo: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: sábado, 23 de novembro, às 21h
Estádio: Vila Belmiro
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jose Eduardo Calza e Lucio Beiersdorf Flor
VAR: Daniel Nobre Bins

Tags: brasileiro cruzeiroec seriea santossp