Cruzeiro

CRUZEIRO

De forma espontânea, ídolos do Cruzeiro convocam torcida para decisão contra o CSA

Nonato, Alex, Marcelo Ramos, Elivélton e Luiz Antônio pediram o apoio do torcedor neste momento difícil da Raposa no Campeonato Brasileiro

postado em 26/11/2019 14:40 / atualizado em 26/11/2019 15:44

(Foto: Reprodução/Instagram)
Desde segunda-feira, ídolos do Cruzeiro têm feito postagens nas redes sociais convocando a torcida para o jogo decisivo de quinta-feira, às 21h30, no Mineirão, contra o CSA, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nonato, Alex, Marcelo Ramos, Elivélton e Luiz Antônio foram alguns que gravaram vídeos e chamaram os cruzeirenses para encher o estádio. Um triunfo nesse duelo pode tirar o clube da zona de rebaixamento (veja a tabela). Por outro lado, se empatar ou perder, a Raposa ficará cada vez mais perto do inédito rebaixamento à Série B.


“A gente tem o grupo ‘Ídolos eternos’, com mais de 100 jogadores, temos o grupo ‘Campeões da Libertadores’ e tem outros grupos nossos. Mandei nos grupos que participo e escrevi um texto, dizendo que fiz de livre e espontânea vontade e que seria legal se outros ex-jogadores fizessem também. Todo mundo gostou, eu postei e virou essa febre, graças a Deus. Só falta, na quinta-feira, o nosso Cruzeirão dar a resposta dentro de campo”.

Nesse momento crítico, de risco de rebaixamento, Nonato pediu que o torcedor não desista do clube, independentemente de estar chateado com o grupo. “Enquanto tiver chance, que o torcedor não desista, apesar de ainda não ter desistido. Mas quanto mais tiver mensagens incentivando o torcedor de ir a campo, melhor. Tenho certeza que essa campanha vai ajudar. Quinta-feira o campo vai estar lotado e eu estarei lá”.

O ex-atacante Marcelo Ramos achou a iniciativa louvável num momento em que o Cruzeiro corre sério risco de rebaixamento. O ‘Flecha azul’, como era conhecido no clube, lembrou de conquistas do elenco atual, como o bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018, e pediu um voto de confiança aos jogadores. 

“Nonato fez um vídeo e mandou nos nossos grupos de Whatsapp. A gente então começou a gravar os vídeos, pedindo que o torcedor tenha, não paciência, pois o momento é delicado, mas acredite que realmente a gente vai sair dessa situação. Mas em nenhum momento para criticar os jogadores atuais. Nesse momento tem que estar todo mundo fechado, ninguém quer manchar a sua história, ainda mais esse grupo que é muito vencedor, com duas Copas do Brasil seguidas. É uma forma de fazer com que o torcedor, que nos têm como ídolo, cada cruzeirense tentar fazer a sua parte, para que o Cruzeiro passe por esses quatro jogos e saia dessa situação. Não veio nenhum pedido do clube, foi uma iniciativa nossa, que começou com o Nonato, e está todo mundo fechado com jogadores, comissão técnica, torcida, para que a gente saia desse momento difícil”, disse o ex-goleador.

Nonato



O lateral é um dos jogadores com maior número de títulos conquistados no Cruzeiro: 12 ao todo. Destaque para a Copa Libertadores (1997), duas Supercopas (1991 e 1992) e duas Copas do Brasil (1993 e 1996).

“Estou passando para mostrar minhas relíquias de oito anos de Cruzeiro, esses troféus de melhor jogador em campo, essas medalhas de Copa do Brasil, Supercopa, Copa Libertadores, Copa Master, Copa Ouro. E quero deixar um recado: enquanto tivermos chances matemáticas, o torcedor cruzeirense tem que estar apoiando a equipe  até o último minuto, até o último jogo, enquanto houver chances. Vamos todos quinta-feira lotar o Mineirão. São quatro jogos e o Cruzeiro precisa vencer pelo menos três. Conto com o apoio de todos vocês”.

Marcelo Ramos



O atacante honrou a camisa celeste em 365 jogos. Marcelo Ramos é o sexto maior artilheiro do clube, com 163 gols. Ele disse que os jogadores precisam do apoio do torcedor para vencer a partida diante dos alagoanos.

“Eu estou gravando este vídeo em um momento difícil e tão delicado do Cruzeiro para pedir o apoio de vocês. Eu sei que é uma situação complicada, adversa, a gente praticamente nunca passou por isso, é o momento de a gente estar fechado, unido, apoiando os jogadores acima de tudo. Este é um grupo vencedor, mostrou isso conquistando duas Copas do Brasil. Esse momento é de apoio, é de incentivar principalmente agora contra o CSA. Lotar o Mineirão contar o CSA porque é como se fosse uma decisão. Eu sei que é um momento difícil, mas os jogadores precisam de vocês. A gente está dando esse apoio e torcendo bastante para sair desta situação e terminar o ano na Primeira Divisão. Incentivem até o final, o apoio de você é fundamental para os jogadores tirarem o Cruzeiro desta situação”.

Alex



O armador foi o líder técnico do time na conquista da Tríplice Coroa (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro) em 2003. Em 123 jogos com a camisa estrelada, marcou 64 gols. Alex disse que os três pontos na quinta-feira valem um título.

“Momento delicadíssimo do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro e, por isso, faço um pedido mais do que especial para vocês, quinta-feira, no Mineirão. O Mineirão que viu tantas vezes o Cruzeiro decidir, que viu tantas vezes o Cruzeiro com muita festa, em decisões. Mas, infelizmente, agora é de modo contrário, mas não deixa de ser uma decisão. E a sua participação é algo vital, essa torcida que sempre empurrou, que sempre incentivou, que sempre fez a festa, essa torcida tem que estar lá, tem que empurrar, tem que incentivar os 90 minutos para que o Cruzeiro tenha essa força extra e supere as dificuldades todas que surgirão contra o CSA, e que possa fazer esses três pontos que são fundamentais. Vamos lá, galera, vamos lotar o Mineirão, vamos empurrar o time do Abel, empurrar esses jogadores, esquecer esse momento delicado, dar essa força extra para a equipe, para que o Cruzeiro possa ter três pontos que neste momento estão valendo o título. Espero que o Mineirão mais uma vez esteja um mar azul e o Cruzeiro volte a vencer”.

Elivélton



O atacante entrou para o história do Cruzeiro ao marcar o gol do título da Copa Libertadores de 1997. No vídeo, ele aparece ao lado da filha cantando o hino do clube. Elivélton também convocou a torcida para o jogo de quinta-feira.

“Aqui é o Elivélton com a Lavínia fazendo este vídeo para convocar toda a nação celeste para quinta-feira, este grande jogo, esta grande decisão. Como nós cantamos aqui, o Cruzeiro é gigante, o maior de Minas Gerais e não merece estar passando por esta situação. Vamos encher o estádio, lotar o Mineirão para passar força positiva a todos os jogadores. A história do Cruzeiro é de conquistas e não merece estar passando por isso. Força, nação azul”. 

Luiz Antônio

Goleiro do Cruzeiro entre 1977 e 1988, Luiz Antônio também se dirigiu à torcida do Cruzeiro. Tricampeão mineiro (1977, 84 e 87) e tetra da Taça Minas Gerais (1982, 83, 84 e 85), ele lamentou o momento do clube e mandou uma mensagem de otimismo aos jogadores.



“Nação azul, essa camisa tem respeito, essa camisa é vencedora, essa camisa é campeã. Não podemos cair, não devemos cair. Essa é a nossa obrigação. Hoje, como ex-atleta, um grande torcedor, funcionário do clube, venho a pedir que devemos lutar, unir forças, jogar futebol e vencer. Nesses quatro jogos precisamos somar pontos e temos a obrigação de fazer isso. Vocês não estão aí por acaso, vocês estão aí porque são grandes jogadores. Até então não eram contestados. E tenho certeza que não serão. Vamos em frente, essa camisa precisa de vocês. Essa camisa precisa de resultado. Essa camisa não pode cair”.

Tags: torcida ídolos cruzeiroec seriea convcação