Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro acumula R$2,5 milhões após classificação sofrida na Copa do Brasil

Time celeste eliminou o São Raimundo e agora pegará o América-RN

postado em 11/03/2021 22:30 / atualizado em 12/03/2021 15:31

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
O Cruzeiro acumulou R$2,5 milhões em premiação na Copa do Brasil após eliminar o São Raimundo com empate por 1 a 1, nesta quinta-feira, em Roraima. No estádio Canarinho, em Boa Vista, Fininho abriu o placar para os donos da casa, aos 8min do primeiro tempo. Felipe Augusto deixou tudo igual, aos 8 da etapa final, e garantiu a classificação celeste.

Do valor garantido pela Raposa, R$1,15 milhão é referente à participação na primeira fase, e R$1,35 milhão pelo confronto com o América de Natal, fora de casa, na segunda fase. Também nesta quinta-feira, o time potiguar bateu o Real Brasília-DF por 2 a 0, gols de Caxito e Luan Silva.


Para superar o América-RN, o Cruzeiro terá de melhorar bastante o seu rendimento, já que no duelo desta quinta-feira o São Raimundo ignorou o “peso” da camisa do maior vencedor do torneio (6 títulos) e esteve perto de ampliar a vantagem quando vencia por 1 a 0.

O goleiro Fábio fez defesas difíceis em duas ocasiões. Na primeira, aos 15’, espalmou o chute de fora da área do meia Igor. Na segunda, aos 42’, resvalou a ponta dos dedos na finalização do lateral-direito Carlinho.  O camisa 1 ainda se mostrou fundamental nas saídas aos pés dos atacantes e para evitar perigo em cobranças de falta e escanteio.

Apesar do sufoco proporcionado pelo São Raimundo, o Cruzeiro poderia ter conquistado um resultado melhor, pois criou boas chances e acertou o travessão duas vezes: uma com Ramon, de cabeça, aos 18 minutos do primeiro tempo, e outra com Felipe Augusto, de pé esquerdo, aos 32 da etapa complementar.


O jogo contra o América-RN pela segunda fase da Copa do Brasil deve ocorrer no dia 7 ou 14 de abril. Em caso de empate, a vaga será definida nos pênaltis. Se o Cruzeiro avançar, garantirá R$1,7 milhão pela presença na terceira fase, na qual entram 12 clubes previamente qualificados.

São oito representantes do país na Copa Libertadores (Flamengo, Palmeiras, Internacional, Atlético, São Paulo, Fluminense, Grêmio e Santos), o campeão da Série B (Chapecoense), o campeão da Copa do Nordeste (Ceará), o campeão da Copa Verde (Brasiliense) e o 9º colocado do Brasileirão (Athletico-PR).

O critério para a distribuição dos potes do sorteio da terceira fase é o ranking da CBF. Ou seja, o Cruzeiro, 10º colocado, “escaparia” de um duelo contra um clube da Libertadores e poderia até mesmo encarar um adversário de menor expressão.

Nas oitavas de final, a Confederação pagará a cada um dos 16 participantes R$2,7 milhões. Nas quartas, a cota sobe para R$3,45 milhões, ao passo que os semifinalistas vão receber R$7,3 milhões. Na decisão, o campeão embolsará R$56 milhões, e o vice R$23 milhões.

PREMIAÇÃO NA COPA DO BRASIL


Quanto o Cruzeiro pode acumular

Primeira fase - R$1,15 milhão
Segunda fase - R$2,5 milhões
Terceira fase - R$4,2 milhões
Oitavas de final - R$6,9 milhões
Quartas de final - 10,35 milhões
Semifinal - R$17,65 milhões
Vice-campeão - R$40,65 milhões
Campeão - R$73,65 milhões

Valores separados por fase

Primeira fase - R$1,15 milhão
Segunda fase - R$1,35 milhão
Terceira fase - R$1,7 milhão
Oitavas de final - 2,7 milhões
Quartas de final - R$3,45 milhões
Semifinal - R$7,3 milhões
Vice-campeão - R$23 milhões
Campeão - R$56 milhões

Tags: Copa do Brasil Cruzeiro finanças dinheiro premiação copadobrasil futnacional