MMA

UFC

Antigo desafeto, McGregor demonstra satisfação com vitória de Aldo no UFC

Irlandês ficou feliz com reabilitação do ex-rival: 'Passou por muita coisa'

postado em 31/07/2018 20:04

PAUL FAITH/AFP
Acostumado a dar declarações polêmicas e inusitadas, dessa vez Conor McGregor surpreendeu. Algoz de José Aldo na disputa de cinturão peso pena, em dezembro de 2015, e um dos grandes desafetos do brasileiro no UFC, o irlandês disse que ficou feliz com a vitória do manauara em Calgary, no Canadá, diante de Jeremy Stephens. O ‘Campeão do Povo’ bateu o norte-americano por nocaute técnico no primeiro round, se reabilitando na organização após duas derrotas para o atual campeão da divisão até 66kg, Max Holloway.

“Eu fiquei muito feliz por ele, sinceramente. Ver a alegria que ele teve depois da luta...É um ramo louco, sei que ele passou por muita coisa, então vê-lo voltar e encerrar a luta, fiquei muito feliz por ele e por seu treinador André Pederneiras. Toda a Irlanda ficou feliz por José Aldo naquela noite”, declarou McGregor em entrevista ao site TMZ Sports, em Nova York. 

McGregor teve ascensão fulminante no UFC e foi o responsável pela quebra de invencibilidade de dez anos de José Aldo. O brasileiro vinha de sete defesas bem sucedidas de cinturão no peso pena, até se chocar com o Notorious no UFC 194, em dezembro de 2015, em Las Vegas. O irlandês nocauteou o manauara com um golpe no queixo em apenas 13seg de luta, se transformando no novo ‘dono’ da divisão. Os dois trocaram muitas farpas e provocações na turnê mundial para promover o combate, o que transformou Conor no maior desafeto de Aldo.

O brasileiro recuperou o cinturão depois que McGregor foi destituído do posto de campeão ao conquistar o título dos leves diante de Eddie Alvarez, mas perdeu novamente a coroa ao ser nocauteado por Max Holloway, em duas ocasiões. O irlandês, por sua vez, teve retirado também a segunda cinta pela organização, já que ficou um bom tempo afastado para se dedicar à luta de boxe contra Floyd Mayweather, em agosto de 2017, em Las Vegas. 

McGregor está em Nova York, onde teve audiência na Suprema Corte do Brooklyn, devido ao ataque a um ônibus que transportava lutadores do UFC, em abril deste ano. O irlandês escapou de pena pesada e fez um acordo para prestar serviços comunitários e indenizar a empresa proprietária do veículo atingido por ele e integrantes de sua equipe. Liberado pela Justiça, o Notorious poderá enfrentar o atual campeão dos leves, o russo Khabib Nurmagomedov, e admitiu que está próximo de anunciar o retorno ao octógono.

“(Estamos) Muito próximos. Não é oficial, mas estamos próximos. Acredito que sim (perguntado pela reportagem do TMZ Sports se lutaria ainda em 2018), espero que sim. Estou pressionando para isso. Sabe, eu amo Nova York pra c***. Estar aqui livre, como um homem livre, andar livre aqui....Que cidade, que cidade do c***. Eu adoraria lutar no (Madison Square) Garden novamente, mas acredito que será em Las Vegas”, comentou o irlandês. 

Tags: José Aldo notorious manauara irlandês aldo mcgregor ufc