MMA

UFC

Desafiado por atual campeão, GSP rechaça duelo no UFC: 'Não me motiva'

Kamaru Usman convoca canadense, que não se empolga com luta

postado em 17/02/2021 20:51

(Foto: UFC/Reprodução )

Tão logo venceu Gilbert Durinho por nocaute técnico na luta principal do UFC 258, em Las Vegas, mantendo o cinturão dos meio-médios (77kg) pela terceira vez, Kamaru Usman já projetou o futuro na companhia. O nigeriano, que se transformou no recordista de triunfos em sequência na divisão, desafiou um antigo ídolo dos fãs que dominou a categoria por vários anos: o canadense Georges St-Pierre.

Kamaru bateu o recorde de vitórias em sequência de GSP nos meio-médios do UFC. O nigeriano ganhou 13 vezes seguidas, incluindo as três defesas de cinturão. Georges St-Pierre, aposentado desde novembro de 2017, foi campeão da divisão até 77kg entre 2006 e 2007 e de 2008 a 2013. O canadense, que manteve o título em dez lutas seguidas, ganhou 12 consecutivas na categoria. Ele deixou o UFC com a cinta dos médios (84kg) ao destronar o inglês Michael Bisping no UFC 217.

Depois de bater Durinho e quebrar o recorde de vitórias consecutivas de GSP na divisão até 77kg, Kamaru Usman disse que gostaria de enfrentar o canadense e aproveitou para convocá-lo para retornar ao octógono. "Eu quero Georges porque Georges saiu no topo. Georges ainda pode fazer isto. Eu vejo ele treinando. Georges, eu estou te assistindo! Eu vejo você treinando! Georges ainda pode fazer isto. Se existe potencial para esta grande luta e Georges quiser voltar, é claro, Georges pode furar a fila", declarou o Pesadelo Nigeriano.

O desafio, no entanto, não empolgou o canadense, que rechaçou a possibilidade de interrromper a aposentadoria. "O tempo passou. Minha vida não é a mesma de dois anos atrás. O universo mudou. É assim que funciona. Voltar agora para Kamaru... Eu estou muito feliz pelo que ele faz, pelo o que ele conquistou, mas abrir mão de três meses da minha vida, me colocar numa preparação para tentar vencer Kamaru Usman não me motiva. Não sei se exista alguém que me motivará a voltar à competição", disse GSP, ao programa The Good Show.

SUSPENSÃO MÉDICA


A volta do nigeriano ao octógono, porém, deve ser demorada. Kamaru Usman recebeu suspensão médica de seis meses, após o UFC 258, e só poderá retornar antes do prazo com aval de um especialista. O nigeriano está com um problema no pé direito e precisará de exame de raios-x para avaliar a lesão e projetar o tempo de repouso e tratamento. 

Tags: cinturão meio-médios UFC GSP georges st-pierre kamaru usman pesadelo nigeriano