América

Mauro Fernandes revela armas do América após goleada sobre o Criciúma fora de casa

postado em 08/09/2012 19:33 / atualizado em 08/09/2012 19:46

Marcos Michelin/EM/D.A Press
O América parece ter engrenado na Série B do Brasileiro sob o comando de Mauro Fernandes. Depois de uma vitória por 1 a 0 diante do CRB, em Alagoas, e um empate, sem gols, com o Paraná, no Independência, o time derrotou o melhor mandante da competição, o Criciúma, com uma goleada por 4 a 0, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina.

O Tigre tinha uma campanha impecável em casa com 100% de aproveitamento. Foram 11 vitórias, 34 gols marcados e 14 sofridos. Contudo, o América não se assustou com os números expressivos do rival e o atropelou. Jogou melhor do primeiro ao último minuto e completou três jogos sem sofrer gols.

Após a partida, Mauro Fernandes apontou a disciplina tática dos jogadores do América como fator preponderante no triunfo fora de casa. Além disso, ele ressaltou a força do Criciúma como mandante.

“Sem dúvida foi uma vitória maiúscula. Enfrentamos uma equipe qualificada e sabíamos das dificuldades. Conheço o campo do Criciúma e a torcida, que ajuda muito o time, a cidade respira futebol e tem uma imprensa que empurra a equipe local. O campo aqui fica lotado. O América teve uma postura tática muito boa. Os jogadores levaram para dentro de campo o que falei durante os treinos. Foram disciplinados. O time aproveitou as jogadas que apareceram. Merecemos a vitória, pois superamos as adversidades”, comentou.

Segundo Mauro Fernandes, o Coelho teve como meta tirar a paciência do  torcedor do Criciúma logo no início da partida fechando os espaços e tocando mais a bola. “Essa consciência que eu pedi para os jogadores, procuramos não desesperar. Fizemos a bola rolar de uma lado para outro, para fazer a torcida ficar impaciente com o Criciúma. Eles estão acostumados com o time já começar o jogo fazendo gol. Não deixamos eles terem liberdade”.