América
1

AMÉRICA

Manutenção: América começa 2020 com dobro de jogadores remanescentes em relação ao ano anterior

Coelho manteve quase 80% de seu elenco para a temporada 2020

postado em 03/01/2020 14:30 / atualizado em 03/01/2020 14:41

(Foto: Mourão Panda/América)
 
Manutenção. Essa é a palavra que define o planejamento do América para 2020. Com a espinha dorsal do elenco já garantida para esta temporada, o clube começa o ano com o dobro de jogadores remanescentes em comparação ao início do anterior.

Para 2019, o elenco do Coelho passou por uma reestruturação. Com apenas 12 jogadores mantidos em relação ao ano anterior, o Alviverde teve que, praticamente, montar um novo time para a temporada que se iniciava. Neste ano, o clube vive uma situação diferente. São 25 atletas com a permanência garantida, 13 a mais do que o último ano.

O alto número de remanescentes no elenco tem um motivo. A diretoria americana deu início ao planejamento para 2020 ainda no segundo semestre do ano passado, o que deu a possibilidade de fazer contratações pontuais e, ainda, abrir espaço para os atletas da base. Para o diretor de futebol do América, Paulo Bracks, a mescla de experiência e juventude é o perfil a ser adotado pelo clube nesta temporada.

“Este é o planejamento do América para 2020. Atualmente, nossa média de idade é abaixo de 25 anos. Esse é o nosso perfil, mas isso não significa que não contaremos com atletas experientes. Eles são essenciais para o rendimento dos atletas mais jovens e em formação”, afirmou o dirigente ao Superesportes.

Estratégia para 2020

Entre os atletas que atuaram em ao menos uma partida válida pela Série B no ano passado, 20 já possuem contrato garantido com o América para esta temporada. O clube ainda negocia a permanência do lateral-esquerdo Sávio, que tem direitos econômicos ligados à Ferroviária-SP.

Com a base do elenco mantida, a cúpula americana vem apresentando mudanças pontuais em posições específicas do elenco. Em 2019, o ataque foi o setor que mais apresentou problemas, principalmente antes da recuperação histórica na Segundona. 

Para solucionar essa questão, o Coelho anunciou a contratação dos meias Alê e Rickson e dos atacantes Rodolfo, Léo Passos e Felipe Augusto

Fator base

Referência em lançar bons jogadores, o América tem a base como um dos pilares do planejamento para 2020. Neste início de temporada, sobretudo no Campeonato Mineiro, o técnico Felipe Conceição deverá dar espaço aos atletas formados no Lanna Drumond.

“Nós mantivemos, do ano passado para este, quase 80% do elenco, e isso nos permite sair na frente em relação aos anos anteriores, em que o clube teve queda de divisão e de orçamento, além de termos mais de 40% deste plantel oriundo das categorias de base, que é a essência do nosso trabalho, do que eu acredito no futebol”, ressaltou Bracks. 

Para abrir espaço aos garotos da base, o Coelho já emprestou os atacantes Felipe Azevedo e Marcelo Toscano a Água Santa e Mirassol, respectivamente, até o fim do Estadual. O clube ainda negocia o empréstimo do centroavante Jonatas Belusso ao Juventude até o fim da temporada.

Tags: serieb americamg interiormg futnacional