América

DESABAFO

Insatisfeito com os resultados, Fábio Júnior cobra mais dedicação dos jogadores

Capitão do América afirmou que 'nenhum atleta está rendendo o que pode' na equipe

postado em 10/03/2013 10:00 / atualizado em 09/03/2013 23:10

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Insatisfação. Esta é a palavra certa para descrever a reação de Fábio Júnior, capitão do América, após o empate contra o Nacional, nesse sábado, no Estádio Independência, por 1 a 1. Sincero em suas declarações, o atacante cobrou mais empenho do grupo, que, segundo ele, não está apresentando todo o potencial que possui durante as partidas.

“Temos que acordar. Não tem nenhum atleta aqui que está rendendo tudo que pode e isso está fazendo a diferença dentro de campo. Todo mundo tem que acordar de novo para que a equipe possa vencer de novo e conquiste os bons resultados”

A escassez de vitórias no Campeonato Mineiro – apenas uma em cinco jogos – incomoda Fábio Júnior. Para ele, a cada tropeço, a situação do Coelho na tabela se torna mais difícil e a classificação fica mais distante. “É uma situação difícil. A gente não consegue vencer e fazer aquilo que a gente propõe no jogo. A cada dia que passa a situação se complica mais”

Jogador mais experiente do elenco do América, Fábio Júnior fez questão de cobrar mais atenção de si mesmo e dos companheiros. Para ele, a culpa pela má campanha não pode ser atribuída apenas ao técnico Vinícius Eutrópio, mas também à ineficácia apresentada pelos atletas até o momento.

“Tem que dar uma mexida no brilho dos atletas. Não é só treinador. Acho que os jogadores têm que se dedicar mais. Estão deixando a desejar bastante, todo mundo”, finalizou.

Passadas cinco rodadas do Campeonato Mineiro, o América somou apenas seis pontos e ocupa, provisoriamente, a sexta colocação. Para piorar a situação, o Coelho ainda enfrentará Atlético – é o próximo adversário - e Cruzeiro, equipes consideradas favoritas ao título. Para alcançar a classificação sem depender de outros resultados, o clube teria de somar, no mínimo, 18 pontos.