Atlético

ATLÉTICO

Técnico do Atlético nega ter sido surpreendido por escalação do Cruzeiro: 'A gente tinha essa informação'

Mano Menezes escalou Pedro Rocha no lugar de Fred na vitória celeste por 3 a 0

postado em 11/07/2019 23:57 / atualizado em 12/07/2019 00:38

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)</i>
A uma hora do início do clássico desta quinta-feira, a escalação do Cruzeiro era divulgada com uma surpresa: o centroavante Fred daria lugar ao velocista Pedro Rocha. E a novidade fez a diferença. O titular fez gol, deu assistência e foi o grande nome do triunfo celeste por 3 a 0 sobre o Atlético, no Mineirão, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Se a mudança na formação surpreendeu a muitos, o mesmo não se aplica a Rodrigo Santana. Ao menos é o que ele mesmo garantiu após a derrota.


Segundo o comandante, os jogadores já tinham ciência da escalação de Pedro Rocha. Rodrigo, entretanto, não especificou quando soube da surpresa preparada por Mano: uma hora antes do jogo - quando a informação foi divulgada oficialmente - ou antes.
 
“Saiu o Fred, um jogador de referência, que segura mais a bola, que ganha essa primeira bola, que segura a bola, e colocou o Pedro, que é um jogador de movimentação. A gente tinha essa informação, a gente já tinha passado para o grupo. Então, acredito que nada me surpreendeu. O que a gente pecou é por estar errando nos momentos cruciais e favorecendo o adversário”, disse o treinador em entrevista coletiva.

Logo aos 12 minutos do primeiro tempo, Pedro Rocha recebeu bola na intermediária, cortou para a canhota e finalizou no ângulo de Victor para abrir o placar. Aos 25’, roubou bola um pouco à frente do meio-campo, avançou, fintou o goleiro alvinegro e tocou para Thiago Neves, livre, ampliar. Na etapa complementar, Robinho fechou a conta: 3 a 0.

“Eu não acredito em surpreendido. Acredito que a gente acabou tomando o primeiro gol num chute, não posso dizer despretensioso, mas num chute que ninguém esperava, por ele ter cortado. Estava de costas, girou, bateu com uma perna que não tinha. Nos outros dois gols, a gente praticamente ajudou o adversário. A gente acabou entregando o gol. Não acredito (em surpresa)”, disse.

Atlético e Cruzeiro se enfrentam na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, às 19h15, no Independência. Para avançar sem depender de disputa por pênaltis, o time alvinegro precisa vencer por pelo menos quatro de diferença. Vantagem de três gols leva a decisão para as penalidades.

Tags: atleticomg interiormg futnacional galo