Atlético

ATLÉTICO

Autor de gol no clássico, Nathan revela incentivo da comissão técnica do Atlético em período afastado do time

Meia ficou período afastado durante negociação para renovação com o Galo; nesse domingo, ele fechou o placar contra o Cruzeiro

postado em 05/08/2019 16:29

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>

O gol marcado no clássico contra o Cruzeiro, nesse domingo, no Independência, pode ter marcado o ressurgimento de Nathan com a camisa do Atlético. Desde a renovação contratual com o alvinegro, em 4 de julho, o jogador só entrou em campo duas vezes. No Horto, o camisa 23 do Galo foi acionado por Rodrigo Santana aos 40 minutos da etapa final. E foram necessários apenas seis minutos para que o meia, de cabeça, ampliasse o placar, dando números finais ao duelo (o alvinegro venceu por 2 a 0)


A diretoria alvinegra não conseguiu concluir a renovação do empréstimo de Nathan, que pertence ao Chelsea, da Inglaterra, com rapidez. Com o contrato encerrado, o meia foi afastado dos treinos até a conclusão das negociações. Por causa disso, perdeu dias de preparação física e acabou preterido pelo técnico Rodrigo Santana nos primeiros jogos após o fim da Copa América.

A primeira partida desde a renovação só aconteceu no dia 24 de julho, quando o meia entrou no lugar de Vinicius, em jogo contra o Botafogo, fora de casa, pela Copa Sul-Americana. Curiosamente, ele também substituiu o camisa 29 no jogo contra o Cruzeiro. Após o gol, Nathan revelou o incentivo que recebeu da comissão técnica do alvinegro para não desanimar durante o período em que ficou afastado.

"Fiquei de fora em alguns jogos e agradeço muito a comissão por ter me incentivado e não deixado eu parar de trabalhar. Agradeço muito à minha família, pela força no dia a dia. É um prazer imenso fazer um gol em um clássico, ainda mais vestindo essa camisa maravilhosa", disse o jogador, que ressaltou o apoio do torcedor atleticano.

“Fico feliz com as oportunidades. Sempre que tenho oportunidade eu tento mostrar meu trabalho. Agradeço ao professor e a todos os torcedores que sempre me incentivaram. Estou muito feliz”, concluiu.

O técnico Rodrigo Santana explicou a opção pela entrada de Nathan no clássico. O treinador queria, com o meia, ter a opção do contra-ataque. E foi com o próprio meia que começou a jogada do segundo gol no clássico (veja o vídeo acima).

“Ele é um jogador que demorou um pouco a mais para retornar para a intertemporada, que estava em negociação. É um jogador que tem um condicionamento físico muito forte e muito técnico. Ele vem treinando muito bem e no momento certo ia colocar ele. Quando o Vina sentiu, não poderia colocar outro volante para não chamar o adversário, que é muito forte, para dentro do meu campo, uma vez que eles estavam com duas referências e muitos jogadores de construção. A gente optou pelo Nathan, por fazer um jogo mais reativo, para aproveitar o contragolpe. Quando tivesse que segurar a bola na frente, ajudaria nisso. Pensamos no Otero também, mas o Nathan foi feliz”.

Nathan tem contrato com o Atlético até o fim de 2019. O meia soma 26 jogos e três gols marcados com a camisa alvinegra.

Tags: gol nathan brasileiro seriea clássico cruzeiro interiormg galo atlético