América

FUTEBOL NA PANDEMIA

Prefeitura de BH diz que não há previsão para volta de jogos com torcida na cidade

CBF enviou proposta ao Ministério da Saúde para pomover volta das torcidas aos estádios brasileiros, mas não deu detalhes

postado em 19/09/2020 16:27 / atualizado em 19/09/2020 16:39

(Foto: Divulgação/Mineirão)
A Prefeitura de Belo Horizonte informou, em nota enviada ao Superesportes e ao Estado de Minas, que ainda não há qualquer previsão para a volta dos jogos de futebol com público nos estádios da cidade. 

“A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que ainda não há previsão de retorno da torcida aos jogos de futebol”, diz a nota.

Na quinta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou ao Ministério da Saúde uma proposta de retorno de público aos estádios durante os jogos do Campeonato Brasileiro. A pasta do governo federal está analisando o documento.

A entidade que rege o futebol brasileiro não se manifestou sobre o conteúdo da proposta.

Procurada, a Federação Mineira de Futebol (FMF) informou que ainda não recebeu qualquer documento da CBF no sentido de promover a volta das torcidas aos estádios em Minas Gerais.

COVID-19 em Minas


Neste sábado (19), de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES/MG), Minas Gerais passou a marca de 268 mil casos confirmados de coronavírus. Ao todo, 268.009 pessoas já se infectaram pela COVID-19, sendo 2.824 notificações registradas nas últimas 24 horas, dado 30,1% menor do que o registrado no sábado anterior (12). O número de óbitos provocados pela doença chega a 6.656, sendo 82 registrados pela pasta de sexta para sábado. 

Até essa sexta-feira (18), o novo coronavírus havia feito vítimas em 570 de 853 municípios de Minas (66,8%). A virose já havia se alastrado para 842 localidades do estado (98,7%). As internações totalizam 26.531, enquanto 238.654 mineiros cumprem isolamento domiciliar. As dez cidades com mais mortos pela COVID-19, até então, eram: 

As dez cidades com mais mortos pela COVID-19, até sexta-feira, eram: 

  • Belo Horizonte: 1.158 
  • Uberlândia: 502
  • Contagem: 340
  • Governador Valadares: 235 
  • Betim: 193 
  • Juiz de Fora: 191
  • Ipatinga: 168
  • Ribeirão das Neves: 130
  • Uberaba: 121 
  • Montes Claros: 111 

Rio de Janeiro


Nessa sexta-feira, a Prefeitura do Rio de Janeiro se adiantou e informou que a volta da torcida aos jogos de futebol no município será em 4 de outubro, na partida entre Flamengo e Athletico-PR, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O prefeito Marcelo Crivella disse que o estádio será autorizado a receber 33% de sua capacidade (78 mil): cerca de 25 mil espectadores.

A decisão do município ainda depende de autorização da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“As Regras de Ouro deverão ser seguidas. Temos duas semanas para que a federação, os administradores do estádio e a Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro se ajustem. E pronto. Maiores de 60 anos, por favor, fiquem em casa. E menores de 12, também”,  informou Crivella em coletiva de imprensa nesta sexta-feira.
 
“Faremos um apelo à CBF no sentido de que possa nos ajudar pra que o Maracanã seja uma alternativa à praia, que é hoje talvez o maior problema do Rio de Janeiro, com grandes aglomerações de pessoas sem máscara. Se o jogo puder ser às 11h, vai ser ótimo para nós. Estamos falando de 20 mil pessoas no Maracanã. Seriam 20 mil pessoas a menos nas praias do Rio de Janeiro”, acrescentou o prefeito do Rio de Janeiro. 
 
Na tabela oficial da CBF, a partida entre Flamengo e Athletico-PR está marcada para as 16h.

Tags: cruzeiro bh atlético mineirão américa independência serieb americamg atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional seriea